Sentença

Publicação: 2020-02-20 00:00:00
A+ A-
Rosalie Arruda
rosaliearruda@uol.com.br

Cada cabeça, uma sentença. O ex-prefeito de Mossoró, Francisco José Júnior, sentiu na pele o ditado popular.  Se tornou inelegível pelo julgamento dos vereadores da Câmara Municipal de sua cidade.

O ex-prefeito teve as contas reprovadas pelo TCE/RN em virtude de ausências de comprovação de débitos. A decisão que foi mantida pela Câmara Municipal registrou nove votos pela reprovação, quatro contra, três ausências e cinco abstenções.

Chuva...
A governadora Fátima Bezerra foi presença atenta às palavras do nosso “homem do tempo” Gilmar Bistrot, ontem na reunião que revelou o que o potiguar deve esperar deste inverno. “A previsão de chuvas acima da média histórica para o trimestre de março, abril e maio próximos”, sentencia o relatório apresentado pela Emparn. 

Galochas...
Pelo visto ontem, devemos tirar as galochas do armário. A cidade ficou alagada, pra variar. Além da previsão de muita chuva, a Marinha do Brasil avisa: tem ressaca no mar.
                      
...e investimento
A governadora considerou o quadro animador. Este ano foram investidos R$ 600 mil na compra de grãos produzidos pela agricultura familiar. "São produtos certificados pelo Mapa, de qualidade e com germinação garantida. E já estamos trabalhando para ampliar as compras para R$ 2 milhões em 2021, mais do que triplicando o investimento deste ano", informou a gestora.
                      
Parlamento
Os deputados da Comissão de Finanças e Fiscalização estão ansiosos e atentos às verbas destinadas a emendas.  Ontem, na primeira reunião do ano, foi disparado um requerimento para o secretário estadual de Planejamento, com a solicitação de informações sobre o pagamento de emendas parlamentares destinadas aos municípios no exercício de 2019 e o calendário de liberação para 2020.
Eles querem checar quem recebeu e, se não, o porquê?

Casa Legislativa
Começa a surgiu um “muído” bem forte saindo da Praça 7 de setembro, sede do Poder Legislativo estadual.  Os passos, gestos, atitudes e apoios do deputado-presidente Ezequiel Ferreira de Souza estão sob vigilância e análise.  Já tem quem defenda o nome do tucano de Currais Novos para sentar na cadeira do executivo estadual em 2022.

Por enquanto, Ezequiel vai montando sua base de apoio na Câmara Municipal de Natal. O nome de Aldo Clemente já aparece com destaque nas lembranças para a CMNat.

Juramento a Hipócrates
O ex-deputado Carlos Augusto Maia tem resistido ao canto da sereia na tentação para disputar a prefeitura do cobiçado município de Parnamirim.   Por enquanto, Carlos Augusto só pensa mesmo em cumprir o juramento de Hipócrates e se dedicar ao curso Medicina que faz na UnP.

Rebelião
Empresários ligados ao Instituto para o Desenvolvimento do Varejo continuam defendendo “desoneração da folha de pagamento e criação do imposto sobre movimentação financeira”, tipo CPMF. O grupo faz crítica à proposta de reforma tributária em tramitação no Congresso e defendem proposta do ex-secretário da Receita Federal, Marcos Cintra.

Pegou mal
Os blocos de carnaval em Natal viraram um grande negócio. Os “empresários” se inscrevem na Lei de Incentivo à Cultura, fazem à captação do dinheiro público e realizam uma festa privada. Até aí tudo bem. Se não fosse por um detalhe: muitos fecham as vias públicas e impedem a entrada das pessoas que não compraram a camiseta. Assim, não dá.

Olhos fechados
É interessante observar que a folia “privê” acontece com a participação de vários promotores-foliões. O mínimo que poderia se esperar era uma ação do MP para garantir o direito de ir e vir dos natalenses. Fechar ruas para fazer festa privada já é um fato grave. Imagine quando essa festa recebe recursos do contribuinte. #ficadica

Sem quentinhas  
O  deputado Nélter Queiroz (MDB) defendeu, durante sessão ordinária desta quarta-feira (19), que os presos que fazem parte do sistema prisional do Rio Grande do Norte façam a própria comida para que o Estado possa economizar com as empresas que produzem as quentinhas.
A ideia é interessante, mas fica a pergunta: vai dar certo os presos de posse de faca, garfo e peixeiras????

Primeiro os meus
Os Senadores decidiram estender o plano de saúde para seus familiares, até 33 anos. O Senado tem um plano de saúde que é vitalício e sem limite de despesas. Ficou 180 dias no cargo, passa a fazer jus ao direito.

Pela cidade
*ORAÇÃO | A Comunidade Católica Shalom realiza o Renascer, de 23 a 25 de fevereiro. Esta será a 22ª edição do evento na capital potiguar, que este ano traz como tema: "Buscai as coisas do alto".

*IMPOSTO DE RENDA |O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2020, ano-base 2019, começa em 2 de março e se estenderá até 30 de abril, informou a Receita Federal.









Deixe seu comentário!

Comentários