Serviços, informação e conhecimento

Publicação: 2015-03-24 00:00:00
A+ A-
“A proximidade com o dia a dia do leitor, atento às informações que podem levar à compreensão e ao planejamento de como vivenciar as necessidades cotidianas, é que garantirá ao jornalismo impresso sua sobrevivência.”
Série de seminários, no projeto Motores do Desenvolvimento, tem contribuído para a discussão de políticas públicas no Estado
A análise é do diretor de redação da Tribuna do Norte, jornalista Carlos Peixoto, no cargo há 16 anos. Com base nesta linha, ele chama a atenção para iniciativas realizadas pelo jornal ao longo da  última década e que se mostraram bem sucedidas, recebendo boa acolhida junto a opinião pública, lideranças políticas, empresários e a comunidade acadêmica do Estado. “Os projetos desenvolvidos pela Tribuna, na criação de novos produtores jornalísticos, conseguem aliar informação, serviços e conhecimento”, destaca Peixoto.

No topo da relação desses produtos está o projeto “Motores do Desenvolvimento do Rio Grande do Norte”. Iniciado em 2008, trata-se de uma série de seminários realizados através de parcerias institucionais com a Federação das Indústrias, a Federação do Comércio e a Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Os temas debatidos, com a participação de especialistas locais e nacionais, agentes públicos do Estado e do governo federal, além de pesquisadores acadêmicos e empresários, buscam aprofundar o conhecimento, disseminar informações e apontar alternativas para os problemas do crescimento econômico e social potiguar.

Desde a sua idealização, há sete ano, o projeto “Motores do Desenvolvimento” realizou 21 seminários, uma média de três por ano. Já foram debatidos temas como infraestrutura, energia eólica, turismo, educação, empreendedorismo, agropecuária e muitos outros. Além dos seminários, com acessos gratuitos, o jornal publica cadernos especiais – de até 28 páginas – com reportagens completas sobre o tema. Os cadernos são encartados na edição da Tribuna do Norte. “A ideia é fornecer ao leitor, tenha ou não participado do seminário, um documento base contendo todos os indicadores, referências a fatos, pesquisas e análises sobre aquele tema”, resume Peixoto.

A diretriz para valorizar informações segmentadas, atendendo aos interesses específicos dos leitores, a Tribuna do Norte também modernizou e consolidou, ao longo dos últimos anos, projetos que ocupam espaços de destaque e liderança no mercado potiguar.

Autos & Motores
O mais emblemático dos projetos que atendem a linha de “serviços/informação” é o caderno Autos & Motores, em circulação desde o ano de 1971, quando os jornalistas Agnelo Alves e Fernando Siqueira idealizaram a editoria de “Veículos” para o jornal.  No início, era apenas uma página semanal. Em 1982, a editoria passou a ter um caderno de quatro páginas, com o título de “Rodas & Motores”.

Acompanhando a evolução na indústria automobilística nacional e internacional, além da cobertura do mercado de revendas locais, o caderno ganhou credibilidade e liderança no jornalismo automobilístico da imprensa potiguar. Atualmente, ainda editado por Fernando Siqueira, mas como o título de “Autos & Motores”, o caderno se prepara para mais uma mudança, agregando mais e novos serviços para os leitores e oferecendo espaços de negócios ao mercado de vendas para novos e usados.

Clube do Assinante
O Clube do Assinante da Tribuna do Norte oferece  vantagens exclusivas que vão de descontos a convites para jogos de futebol, shows e peças teatrais. As vantagens englobam desde gastronomia, até cosméticos e tratamentos estéticos. São mais de 70 estabelecimentos comerciais que oferecem descontos de até 50% para o assinante TN.

A adesão é automática para quem faz qualquer uma das modalidades de assinatura da Tribuna do Norte, impressa ou online.  Uma das parcerias de maior sucesso entre os associados,  é a que disponibiliza ingressos para sessões nas três redes de cinema de Natal. Atualmente o assinante da TN paga também meia entrada em até 2 ingressos em vários shows e peças teatrais no Teatro Riachuelo e TAM

Fim de Semana
O suplemento “Fim de Semana” circula às sexta-feiras com a programação comentada de shows, cinemas e o roteiro de lazer e gastronomia em Natal e adjacências. É editado há 17 anos e se mantem como o caderno segmentado com maior índice de leitura da Tribuna.

Impresso em formato tablóide, o que o diferencia do restante do jornal e facilita tanto seu manuseio quanto a portabilidade, o Fim de Semana foi planejado para oferecer uma leitura permanente, de consulta, durante todo o fim de semana.

“A ideia é oferecer ao leitor informações e serviços para que ele planeje seu descanso semanal, escolhendo entre uma ida ao cinema, ao restaurante ou show, mantendo-o atualizado sobre os eventos que ocorrem nestas áreas em Natal e região metropolitana”, esclarecer a editora do caderno, jornalista Cinthia Lopes.

TN Família
Atenta ao jornalismo produzido nos centros nacionais maiores, a Tribuna do Norte sempre procurou estabelecer parcerias de conteúdo editorial de qualidade. Nos anos 1970, o jornal publicava a Revista Nacional. Na década de 1980, assinou contrato com o jornal O Globo e passou a publicar o Jornal da Família. A publicação foi encerrada pelo jornal carioca, mas a Tribuna passou a produzir material próprio, com o mesmo foco em comportamento, saúde, direitos do consumidor, educação dos filhos, qualidade de vida etc.

A proximidade das fontes fez com que a aceitação ao caderno experimentasse um salto nos índices de leituras. “As pessoas ligam para a redação, sugerem pautas e não raro querem contatos de fontes para ampliarem o conhecimento sobre o tema da reportagem daquele domingo ou obterem serviços que foram citados”, relata o editor Isaac Ribeiro. “È uma troca de energia estimulante com o leitor”, resume. 

Além das reportagens, o caderno oferece crônicas de uma equipe fixa de colaboradores – entre eles, o escritor Paulo Coelho – e colunas sociais locais. Uma página sobre moda completa o conteúdo.

Imóveis & Construção
Lançado em 2003, quando pesquisas e indicadores econômicos mostravam a chegada de novos investimentos no setor imobiliário e o crescimento da construção civil potiguar, este caderno evidenciou a capacidade da Tribuna do Norte em atender às necessidades por informação de qualidade e credibilidade do mercado local.

Tanto durante os anos do boom imobiliário – 2005/2007 – quanto no cenário de readequações do mercado, determinadas pela novas conjunturas econômicas nacionais e internacionais, o caderno vem se mostrando essencial aos interesses dos empresários, corretores e clientes. Não só como fonte de informação, mas também pelas análises que oferece através das reportagens e entrevistas que veicula.

O caderno é anual, circula entre setembro e outubro, é por isso mesmo já é esperado e considerado pelo mercado imobiliário e a indústria da construção civil local como “o anuário da Tribuna” para esse segmento econômico.

Top Natal
Com a 13ª edição, no ano passado, a revista do Top Natal se mantem como referência para os parceiros comerciais da Tribuna do Norte, destacando o mercado publicitário e promovendo a valorização das marcas locais e nacionais entre os consumidores potiguares.

Editada a partir de pesquisa realizada em parceria com o Instituto Consult, a revista elege entre o público natalense, nas faixas socioeconômicas A, B e C, as marcas campeãs de preferência. Na última edição, foram ouvidas 600 consumidores sobre segmentos que atendem a 90% das necessidades diárias de consumo e têm peso importante na formação do Produto Interno Bruto (PIB). Estão incluídas empresas de setores tão diversos quanto tv por assinatura, informática, alimentos, escolas etc.

A Top Natal fixa, ainda, o ranking das agências de publicidade que atendem as empresas classificadas pelos consumidores, a partir dos resultados obtidos pelas marcas na pesquisa.


Deixe seu comentário!

Comentários