Servidores da saúde anunciam ato contra fechamento do Hospital Ruy Pereira

Publicação: 2019-10-15 15:12:00 | Comentários: 0
A+ A-
Os servidores da saúde do Rio Grande do Norte vão realizar nesta quarta-feira (16), às 9hs, um ato contra o fechamento do Hospital Estadual Dr. Ruy Pereira e em defesa do Sistema Único de Saúde (SUS). A manifestação deve acontecer em frente a unidade de saúde.

Os problemas estruturais, visíveis desde a entrada do prédio do Hospital Ruy Pereira, são apontados desde 2014

Em nota, o Sindicato dos Trabalhadores da Saúde do Rio Grande do Norte (Sindsaúde/RN), afirmou que o fechamento da unidade irá deixar a população ainda mais desassistida. Dando continuidade a política de saúde do Governo Fátima Bezerra (PT), que assim como a dos governos anteriores, tem sido de economizar dinheiro fechando hospitais, reduzindo leitos e penalizando os servidores com sobrecarga de trabalho e a população com falta de assistência médica adequada.

De acordo com o Sindsaúde/RN, o Hospital Ruy Pereira é uma unidade de referência na realização de cirurgias vasculares e no tratamento de pessoas com doenças como "pé diabético" no Rio Grande do Norte. Mesmo com a estrutura precária e insuficiente para atender a demanda dos 280 mil pacientes diabéticos que dependem da rede pública de saúde estadual, até outubro de 2019, a unidade foi responsável por realizar 1.737 cirurgias, das quais 400 consistiram em grandes amputações.

Indefinição:
O Conselho Estadual de Medicina emitiu recomendação pedindo a interdição do Ruy Pereira, assim como a transferência dos pacientes atendidos na unidade. Segundo o conselho e o próprio Governo do Estado, o hospital apresenta problemas estruturais que comprometem o atendimento. 

Diante da possível interdição, o Ministério Público do Rio Grande do Norte pediu que Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) apresente um plano de transferência e da destinação dos pacientes para outras unidades de saúde. O MP informou que não abre mão dos 61 leitos disponíveis, mais dez de UTI, presentes no Ruy Pereira. A Sesap ainda não emitiu uma resposta.


continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários