Natal
Servidores públicos estaduais farão paralisação e cogitam greve geral
Publicado: 10:59:00 - 29/09/2016 Atualizado: 11:05:15 - 29/09/2016
Os servidores públicos estaduais foram às ruas para protestar contra o Governo do Estado. Na manhã desta quinta-feira (29), diversos sindicatos se reuniram em assembleia geral e decidiram cruzar os braços no dia 21 de outubro. Na ocasião, os servidores discutirão a possibilidade de iniciar uma greve geral por tempo indeterminado. O motivo é a possibilidade de fracionamento do pagamento dos salários.
Servidores cogitam paralisar os serviços por tempo indeterminado

Leia Mais

Na manhã de hoje, representantes do SINAI-RN, ADUERN, SINDASP, SINDSAÚDE, SINDJUSTIÇA, SINDSEMP, SINPOL, SINSP, SINTERN, SINDIJUSTIÇA e SOERN iniciaram a mobilização na Praça Pedro Velho e seguiram em caminhada até a o Baldo. Na pauta, os atrasos no pagamento dos salários do funcionalismo estadual, as possíveis demissões de servidores do quadro do Estado e propostas no âmbito federal que afetam diretamente os servidores públicos.

Além de definirem pela paralisação no dia 21 de outubro, os manifestantes decidiram realizar no dia 6 de outubro um ato unificado em frente à Governadoria, onde haverá uma feijoada para os servidores.

No dia 6, ainda, haverá a discussão sobre as reivindicações da categoria que serão levadas à assembleia geral do dia 21 de outubro. Depois disso, os servidores decidirão se cruzarão os braços por tempo indeterminado.

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte