Sesap amplia leitos para covid-19 em Currais Novos

Publicação: 2020-08-12 00:00:00
A+ A-
Luiz Henrique Gomes
Repórter

Diante do aumento do contágio do novo coronavírus no Seridó, o Governo do Estado ampliou os leitos destinados à assistência de casos da covid-19 na região. A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap/RN) anunciou nesta terça-feira, 11, mais oito leitos na região, sendo sete clínicos e um de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Atualmente, a região tem a maior ocupação de leitos críticos (UTI e semi intensivos) do Rio Grande do Norte, com 73,3% dos leitos ocupados.

Créditos: Elisa ElsieAlessandra Lucchesi comentou avanço da pandemia do novo coronavírus no interior do EstadoAlessandra Lucchesi comentou avanço da pandemia do novo coronavírus no interior do Estado


Os leitos foram instalados em Currais Novos, segundo maior município da região. A subcoordenadora de Vigilância em Saúde da Sesap/RN, Alessandra Lucchesi afirmou que a ampliação dos leitos na área segue “o planejamento da Sesap”. “Observamos sempre taxas de incidência de novos casos, transmissibilidade e ocupação de leitos e vemos que na região do Seridó, a pandemia hoje está numa fase mais crítica”, declarou durante a coletiva de imprensa desta terça-feira, 11.

Segundo as estatísticas do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS/UFRN), a região atingiu 1,32 de transmissão do vírus. 

Entretanto, as pequenas cidades seridoenses estão com as maiores taxas do Estado. Timbaúba dos Batistas, município com apenas 2,4 mil habitantes, apresenta uma taxa de 6,16, por exemplo - ou seja, cada infectado transmite a doença para outras seis pessoas, em média.

A exemplo de Timbaúba dos Batistas, outras seis cidades da região estão com índices de taxa de transmissibilidade acima de 2. Essa taxa classifica as cidades na zona de perigo do novo coronavírus, o maior grau de risco de contágio acelerado da doença. Entretanto, 16 cidades estão no grupo de risco - quando a transmissão está entre 1 e 2. Apenas duas - Santana dos Matos e Jardim do Seridó - estão com uma taxa considerada segura.

Em todo o Estado, a ocupação dos leitos críticos públicos chegou a 54,2% nesta terça-feira. A região Oeste apresentou uma ocupação de 68% e o Alto Oeste, 62%. As regiões com mais leitos desocupados são a Região Metropolitana de Natal (48% de ocupação) e do Agreste (60%).

“Hoje temos uma situação mais confortável na região metropolitana de Natal, de fato, mas precisamos continuar atentos à pandemia em todo Estado porque ela não foi embora. A prioridade da Sesap agora é todos os agentes de saúde estarem atentos na atenção básica para lidar da melhor forma com o novo coronavírus. É algo que vamos permanecer atentos”, declarou Alessandra Lucchesi.
Atualização dos casos
Entre a segunda e terça-feira desta semana, mais 488 novos casos da covid-19 foram registrados pela Sesap/RN. O número total de infectados chegou a 55.909. Em relação às mortes, o boletim desta terça-feira registrou mais 24, chegando a 1.991 óbitos. Foram oito nas 24 horas anteriores à divulgação do dado e as demais confirmações, de óbitos ocorridos em outros dias. “Nós costumamos receber óbitos que aguardam resultados de exames, mas em alguns casos nós recebemos óbitos com o resultado de exames. Automaticamente, ao receber essa informação já conseguimos classificá-los como óbitos confirmados ou descartados”, explicou Lucchesi.

A Sesap/RN não detalhou quantos dos novos casos ocorreram na região do Seridó, mas desde a semana passada destaca o crescimento de casos na área. No último fim de semana, as cidades de Caicó e São José do Seridó endureceram as medidas de distanciamento social para frear o contágio.