Cookie Consent
Natal
Sesap e municípios discutem ações
Publicado: 00:00:00 - 11/03/2016 Atualizado: 23:59:42 - 10/03/2016
Representantes de todas as Unidades Regionais de Saúde (Ursaps) e dos municípios da Grande Natal se reuniram ontem (10) na sede da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) para estabelecer a nova metodologia de trabalho em relação às crianças com microcefalia e óbitos. O objetivo da Coordenação de Promoção à Saúde (CPS) é a descentralização, definindo estratégias para que os municípios sejam co-responsáveis na notificação, monitoramento e atualização dos dados.

“Estamos elaborando estratégias tanto para os municípios que já estão em acompanhamento dos casos, quanto para aqueles que ainda não enviaram notificação. É necessário a articulação e integração para efetivamente monitorar essas crianças”, informou a coordenadora da CPS, Cláudia Frederico.

A definição da metodologia é importante para  evitar a notificação de casos em duplicidade. A Sesap já se deparou com este tipo de problema, quando se defrontou com a notificação de um mesmo caso por um município, maternidade e ainda o registro por outro tipo de serviço.

O Rio Grande do Norte permanece com 383 casos suspeitos de microcefalia relacionada às infecções congênitas, segundo dados  da Sesap, mesmo total de notificações da semana anterior.

Entre os casos notificados, 305 são de nascimentos ocorridos em 2015, 68 são de nascimentos até 5 de março deste ano, 2 foram abortos, 4 intraútero e 3 em 2014. Do total de notificações, 78 foram confirmados, 278 estão sob investigação e 27 foram descartados.

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte