Sesap/RN reavaliará realização de eventos e Prefeitura do Natal aplicará multas

Publicação: 2020-12-05 00:00:00
Mariana Ceci
Repórter

Diante do aumento do número de casos de Covid-19 no Rio Grande do Norte, o Governo do Estado anunciou que o Comitê Científico vai reavaliar os eventos previamente autorizados pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap/RN) em diversas cidades do Estado. Até o momento, no entanto, a medida se restringe aos eventos, e não há planos para reavaliar os serviços e atividades comerciais que foram liberadas. Pelo menos três eventos já tinham sido autorizados pela Sesap para o fim de ano, e os três poderão ter a autorização revogada a depender da avaliação do Comitê Científico, que deve divulgar o parecer na próxima semana. 

Créditos: Elisa ElsieGovernadora Fátima Bezerra e a secretária de Estado de Saúde adjunta, Maura Sobreira, falaram sobre medidas para conter a covidGovernadora Fátima Bezerra e a secretária de Estado de Saúde adjunta, Maura Sobreira, falaram sobre medidas para conter a covid

Para tentar atender à demanda crescente por leitos para casos de Covid-19, o Estado deve abrir 89 leitos nas diferentes regiões de saúde do Rio Grande do Norte, e pretende ampliar a capacidade de testagem e fiscalização ao lado dos municípios através do programa “Pacto pela Vida”. Há duas reuniões marcadas com os prefeitos e gestores da saúde dos municípios para a próxima segunda-feira (7). A primeira, às 9h, deverá reunir os gestores da região litorânea. Um segundo encontro, às 11h, contará com a presença dos prefeitos e gestores de saúde da região Oeste. 

Segundo a governadora Fátima Bezerra, a ideia é que as partes possam reforçar a cooperação firmada no programa Pacto pela Vida, a fim de garantir a fiscalização do cumprimento das normas sanitárias estabelecidas. Ao longo do mês de novembro e, principalmente, nas últimas duas semanas, o Rio Grande do Norte tem registrado crescimento no número de casos confirmados da Covid-19. 

De acordo com o relatório “Rio Grande do Norte: uma análise da epidemia de Covid-19 pós-eleições", publicado pelo Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (LAIS/UFRN), na primeira quinzena após as eleições municipais o número de casos confirmados aumentou 52,57% no Estado.

O número teve impacto na taxa de ocupação de leitos clínicos e críticos das redes pública e privada local, mas não no número de óbitos, que continua estável segundo os representantes da Sesap. “Vivenciamos no Estado do Rio Grande do Norte uma situação de aumento de casos, o que se repercute já na rede assistencial do ponto de vista de aumento de taxa de ocupação. Contudo, diante de todo o investimento e esforço, isso não vem impactando em relação aos óbitos”, disse Maura Sobreira, secretária-adjunta da pasta.

Além de reforçar o Pacto Pela Vida e reavaliar as autorizações de eventos, o Governo do Estado prevê ainda duas outras medidas de contingência para a Covid-19, como a ampliação de leitos disponíveis e da capacidade de testagem. Em relação aos leitos, um total de 89 serão mobilizados ao longo dos próximos dias nas várias regiões de saúde do Estado.

Segundo Maura Sobreira, a opção feita pelo RN de ampliar o número de leitos diretamente na rede hospitalar, ao invés de apostar na criação de um Hospital de Campanha, se mostrou favorável diante do aumento do número de casos, porque vai permitir mobilizar os leitos novamente com mais agilidade para atender as confirmações de Covid-19. “A partir de julho, tivemos uma desaceleração de casos, e isso fez com que pudéssemos ir desmobilizando alguns leitos nas regiões, mas eles não deixaram de existir. O Plano de Contingência está sendo revisto para garantir que as regiões não fiquem desassistidas”, completou. Dos 89 leitos previstos, 53 serão de UTI e 36 serão  clínicos.