Natal
Shows marcam retomada de eventos no Rio Grande do Norte
Publicado: 00:00:00 - 15/08/2021 Atualizado: 15:04:18 - 16/08/2021
Com o avanço da vacinação contra a covid-19 e a redução no quadro de internações e de mortes pelo coronavírus, o Rio Grande do Norte começa a receber eventos com grandes shows. O primeiro deles vai acontecer na Arena das Dunas no próximo mês de outubro para um público de 4 mil pessoas. Para dezembro, o réveillon na Praia de Pipa e em São Miguel do Gostoso já estão agendados. As autoridades sanitárias dos municípios apoiam os eventos, mas alertam para a exigência das medidas preventivas a serem adotadas.
Divulgação
Em São Miguel do Gostoso, réveillon terá 8 dias de duração. Produtores prometem protocolos

Em São Miguel do Gostoso, réveillon terá 8 dias de duração. Produtores prometem protocolos


Em Tibau do Sul, o réveillon Let’s Pipa, promete seguir todos os cuidados e protocolos que forem necessários para seis dias de festa, começando em 27 de dezembro de 2021 e finalizando no dia 2 de janeiro de 2022, exceto o dia 1º de janeiro, com uma programação de shows como Thiaguinho, Marília Mendonça, Raí Saia Rodada, Gustavo Lima e DJ Alok.

 “Estamos prevendo um réveillon do mesmo tamanho ou um pouco maior do que o do ano passado, com cerca de 3.500 pessoas. A gente está muito seguro de que até dezembro as coisas estarão muito mais normais, mas continuamos de olho em como vão acontecer até lá, por isso, estamos prontos para seguir qualquer emergência sanitária, de qualquer órgão, para realizar o evento com segurança”, destacou Rafael Almeida, que é dos organizadores do evento.

Ele pontuou que é cogitada a possibilidade de exigir comprovante de vacinação dos participantes, caso haja essa determinação do Município ou do Estado, mas que será preciso aguardar para saber como estará a cobertura vacinal até lá. No ano passado, a mesma empresa organizou o Réveillon em Pipa e enfrentou um processo judicial que chegou até o Supremo Tribunal Federal (STF) até ser autorizada a realização da festa. “Acredito que teremos uma situação bem mais tranquila e que cuidados nunca serão demais, repetindo o que funcionou no ano passado para prevenir qualquer tipo de problema”, disse Rafael Almeida.

Em São Miguel do Gostoso, no litoral Norte, o “Reveillon do Gostoso” oferece oito dias de festa, do dia 26 de dezembro de 2021 até o dia 2 de janeiro de 2022, com atrações como Wesley Safadão, Raí Saia Rodada, Banda Eva, Xandy Avião, Jorge e Mateus, Matheus e Kauã, entre outras.

A organização do evento divulgou que está monitorando atentamente a situação da vacinação contra a covid-19 em todo Brasil e tomando as medidas necessárias para assegurar o bem-estar de todos os participantes. “Caso o evento não possa acontecer por questões de saúde pública ou imposição do governo, seguiremos o decreto vigente para adiamento ou cancelamento do evento”, informou.

Prefeituras apoiam

As Prefeituras de Tibau do Sul e de São Miguel do Gostoso confirmaram a realização do réveillon privado com grandes shows, levando em consideração a melhora do quadro da pandemia e a perspectivas de melhora da situação com o avanço da vacinação contra a covid-19.
Divulgação
Réveillon Let´s Pipa terá cinco dias de duração, com perspectiva de receber 3,5 mil pessoas

Réveillon Let´s Pipa terá cinco dias de duração, com perspectiva de receber 3,5 mil pessoas


 Por meio da assessoria de comunicação, o Gabinete do Prefeito de Tibau do Sul informou que o Decreto Municipal nº 22/2021, que regulamenta os eventos sociais e demais atividades, prevê a flexibilização através de fases, sendo que a partir de 17 de setembro de 2021 se inicia a fase de 100% de ocupação da capacidade total dos estabelecimentos para tais atividades.

“É importante salientar que o progresso do avanço das fases é condicionante ao Indicador Composto divulgado pela Sesap – Secretaria Estadual de Saúde. Ou seja, caso a situação da dimensão da pandemia e da capacidade de resposta do Estado, em tempo e espaço, sejam classificadas em nível 1 (risco baixo) ou nível 2 (risco moderado), a flexibilização prevista em decreto continua”, informou em nota o Gabinete do Prefeito.

O descumprimento das medidas pode acarretar aos organizadores e estabelecimentos a suspensão imediata e automática das autorizações de funcionamento além de aplicação de multa.

A Prefeitura de Tibau do Sul não comentou sobre a realização do réveillon de 2021 em Pipa porque disse que foi dada a autorização pela gestão anterior. “Nosso foco é garantir que as festas deste ano sejam possíveis apenas de forma segura e responsável tanto para a nossa população como para o turista”, informou a Prefeitura da cidade.

Até a última sexta-feira (13), Tibau do Sul contabilizava 5 casos suspeitos e 12 em acompanhamento. Desde o início da pandemia foram 21 óbitos. Até o momento, 6.181 pessoas receberam  a 1ª dose e outras 2.347 completaram as duas doses ou a dose única.

Em São Miguel do Gostoso, a  Secretária Municipal de Turismo e Comunicação, Janielle Linhares, destacou que o município está na 8ª colocação e segue entre os 10 mais bem posicionados em relação ao controle da pandemia, segundo dados da Sesap. A secretária também disse que no réveillon passado foi executado um plano de ação desenvolvido para reforçar e intensificar os cuidados e prevenção contra o aumento da incidência da covid-19 na cidade.

“Iremos cumprir com todas as exigências sanitárias e em parceria com a secretaria de saúde por meio da vigilância sanitária e apoio de todos do município, moradores e trade turístico realizarmos mais uma edição do réveillon. Faremos todas as exigências sanitárias que estiverem sendo mantidas e atualizadas até a realização do evento e, de acordo, é claro, com o cenário de saúde que se apresentará na época da realização do réveillon”, declarou Janielle Linhares.

Ela também destacou os benefícios que o evento traz para a cidade e para a economia do Estado. “Sempre trouxe diversos benefícios, desde a promoção do destino que foi enormemente alavancada, passando pelo benefício social como ocorreu com a doação de uma ambulância semi-UTI ao Município. O destaque maior e que envolve mais de 30 setores diretos ou indiretos é a grande força da movimentação econômica no destino durante o evento”, pontuou.

Segundo dados apresentados por ela, o Réveillon de Gostoso movimenta, em média, R$ 6,5 milhões no setor hoteleiro, R$ 4,6 milhões no aéreo e outros R$ 2 milhões em transporte.

Turismo do RN comemora retorno de festas

Os representantes do setor turístico do Rio Grande do Norte veem com entusiasmo o retorno dos grandes eventos no estado, devido ao impacto positivo que deve trazer para a área, que foi uma das que mais sofreu com a pandemia e a primeira a ser atingida diretamente pela crise que começou no final de 2019.
ARQUIVO/TN
ABIH e outras entidades do turismo comemoram retorno. Abdon Gosson afirma que é preciso “estruturar o Natal em Natal”

ABIH e outras entidades do turismo comemoram retorno. Abdon Gosson afirma que é preciso “estruturar o Natal em Natal”


“A volta dos grandes shows é muito importante para toda a cadeia econômica do setor de eventos e para o turismo como um todo. Movimenta hotéis, bares, restaurantes, sem falar nos outros segmentos que integram a cadeia turística”, enfatizou Habib Chalita, presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do RN (SHRBS-RN).

Ele frisou que os empresários do setor de eventos têm cumprindo os decretos publicados pelo Governo e Prefeituras, além de seguir todos os protocolos sanitários e de segurança para garantir a integridade não só de quem está aproveitando os eventos, como também dos trabalhadores.

Para o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH-RN), Abdon Gosson, esse é um momento de retomada e de recuperar os prejuízos de um ano e meio porque os eventos ajudarão a impulsionar a recuperação do setor. “É para comemorar essa retomada, mas que seja, crescente, gradativa e consistente para que não haja mais fechamentos, pois há tendência de superaquecer o mercado com a volta dos eventos”, disse ele.

Em relação à Natal, ele declarou que já se discute a realização do Natal em Natal e, principalmente, da divulgação da cidade como destino turístico. “Isso para que as pessoas que forem viajar procurem o RN como destino. Precisamos então estruturar para receber com o Natal em Natal, o réveillon, o carnaval, que já está em discussão para acontecer”, pontuou.

O secretário municipal de Cultura de Natal, Dácio Galvão, informou que ainda não há nenhuma deliberação a respeito do Natal em Natal, que inclui o réveillon. Contudo,  ele disse que a pasta já está internamente se preparando para, caso o prefeito decida pela realização, conseguir fazer em tempo hábil. “Não tem nada estabelecido, mas estamos trabalhando na secretaria para gerar os editais que norteiam a programação de modo geral. Porém, a decisão vai partir do Executivo com o Comitê Científico, que ainda não entrou na pauta dessa discussão conosco”, disse o secretário.

Arena volta a receber grande show

O último grande show que Natal recebeu foi em novembro de 2020, quando a pandemia parecia estar dando uma trégua. A Arena das Dunas recebeu um público de 3 mil pessoas no show de Wesley Safadão, que foi a atração principal. Naquela ocasião, mesmo com todas as medidas de segurança adotadas, não foi possível conter a aglomeração.
Divulgação
Arena recebe Jorge e Mateus quase 9 meses após último show

Arena recebe Jorge e Mateus quase 9 meses após último show


Agora, a Arena voltará quase um ano depois. No próximo dia 16 de outubro a dupla Jorge e Mateus fará um grande show, o primeiro após a segunda onda da pandemia e do início da vacinação.

A Clap Entretenimento informou que o evento, denominado “Arena das Dunas 360” promete seguir todos os protocolos estabelecidos pelo decreto de retomada de eventos publicado pelo Governo do Estado em uma área aberta e ventilada, proporcionando espaço para o distanciamento do público e equipes de produção devidamente orientadas e testadas contra a Covid-19.

Os organizadores ressaltaram que todas as normas e protocolos existentes serão cumpridos com distanciamento de 1,5 metro entre as mesas, modelo de comercialização de alimentos e bebidas com menu e pagamentos digitais para reduzir o contato físico, totens de álcool gel 70% e banners informando sobre as precauções e regras do evento e stands de distribuição de máscaras.

Bate-papo

“Se houver aumento das internações, os eventos não poderão ser realizados”, diz coordenador do LAIS

Ricardo Valentim - coordenador do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (Lais/UFRN)


O momento atual é indicado para planejar eventos com grandes shows?

É super importante que essa discussão seja agora porque é o momento de redução de casos e ampliação da vacinação para mais grupos etários. A previsão do Governo do Estado é de que tenha todo o público a partir de 18 anos vacinado com pelo menos a primeira dose até setembro. Isso permite que se possa fazer um planejamento.


O que deve ser levado em consideração para que esses eventos aconteçam?

Se houver aumento de pedidos por internações e das internações, os eventos não poderão ser realizados. Hoje o indicador mais importante é a redução das internações. Mantendo-se esse cenário, associado à imunização, se cria um ambiente mais seguro. O cenário epidemiológico precisa estar adequado e monitorado porque temos a introdução de novas variantes.


Quais as exigências devem ser feitas aos organizadores?

Incluir as medidas sanitárias, porque não podemos pensar em grandes eventos como era antes. Vamos ter que incluir a questão da testagem e a questão da imunização, assim como os países da Europa, que estão colocando isso como medida sanitária. Aqui no RN tem a vantagem do RN+ Vacinas que emite um certificado de imunização facilmente.


Então deve-se exigir que os participantes estejam vacinados?

É super importante que os eventos estejam associados à imunização para estimular as pessoas a se vacinarem e incluir a questão da testagem em 24 horas antes para quem tomou só uma dose. A hora de planejar esses grandes eventos é agora porque tem tempo para pensar protocolos de segurança adequados ao momento da pandemia.






Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte