Sinal Fechado: MP aponta que Lauro Maia foi peça decisiva para convênio irregular

Publicação: 2011-11-24 15:23:00 | Comentários: 1
A+ A-
O suplente de deputado estadual Lauro Maia é alvo de mais uma investigação. O advogado, filho dos ex-governadores Wilma de Faria e Lavoisier Maia, é apontado pelo Ministério Público como um dos responsáveis por irregularidades dentro do Detran durante a gestão de Wilma de Faria. O MP afirma que há evidências de que Lauro Maia recebeu promessa de receber vantagens após a contratação do Consórcio Inspar e que também contribuiu para o firmamento de acordo entre Detran e Instituto de Registros Títulos e Documentos e de Pessoas Jurídicas (IRTDPJ).

De acordo com a apuração do MP, Lauro Maia recebeu a promessa de ter mesada de R$ 10 mil de George Olímpio, suposto líder da quadrilha e sócio majoritário do Consórcio Inspar, além de receber também as cotas de lucros do convênio que o consórcio teria durante a inspeção veicular no Rio Grande do Norte.

A participação de Lauro Maia seria o intermédio do grupo junto à alta cúpula do Governo do Estado. O MP citou também que o filho da ex-governadora já havia sido "preso em flagrante por ter cometido delito semelhante, ao recebr propina para garantir contrato de prestadores de serviço com o Estado, na mesma época dos fatos em comento".

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários

  • almeida.maia

    MEU CARO PIMO,LAURO MAIA! SE LHE OFERECEREM DELAÇÃO PREMIADA, NÃO ACEITE! LEMBRE-SE DO CASO DO ADVOGADO ANDERSON MIGUEL. ESSA É A MINHA HUMILDE OPINIÃO.