Sindicato do RN é maioria no Estado

Publicação: 2017-03-12 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Desde 2012, o lema é “Igualdade, União e Liberdade”. Atualmente,  conforme apurado pela TRIBUNA DO NORTE, já são mais de três mil “batizados” no sindicato e domina 28 das 32 prisões do Estado. Até 2015 a facção reunia cerca de mil. O “Sindicato do RN” é aliado ao Comando Vermelho e Família do Norte (FDN). Os grupos se uniram para fazer oposição ao PCC. Nos muros de Alcaçuz, os membros da facção picharam, durante a rebelião de janeiro, palavras de vingança contra a opositora. “Vamos todos vingar. PCC fora”.
Adriano AbreuA força tarefa faz constantes vistorias em celas e treina agentes estaduaisA força tarefa faz constantes vistorias em celas e treina agentes estaduais

No estatuto, composto por 17 tópicos que norteiam a conduta dos integrantes, “seguir a ética do crime acima de tudo”, “a luta pela liberdade, paz e igualdade”, fazem do Sindicato do Crime uma “família” que não “admite mentiras, traição, inveja, calúnia, egoísmo, interesses pessoais, mais sim: a verdade, respeito, lealdade, transparência, por quê o objetivo da família é o melhor para todos na ética do crime (sic)”. Em denúncias à justiça, o MPRN elencou oito pessoas ligadas ao comando do ‘Sindicato do Crime’ no RN. Nenhuma delas figura entre as que foram transferidas para os presídios federais semana passada. A organização, criada em 2012 conforme informações que compõem a denúncia apresentada à Justiça em abril de 2015, é definida pelo MPRN como um “Estado paralelo, com divisão de atividades e organização hierárquica”. Junto ao PCC, o Sindicato do RN ou Máfia do RN ou Facção do RN, está presente em todas as unidades prisionais administradas pela Sejuc. Nas maiores – as Penitenciárias Estaduais de Alcaçuz e de Parnamirim – seus integrantes são maioria e disputam o comando do tráfico interno de drogas e determinam o comércio ilegal de entorpecentes do lado de fora.

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários