Situação dos reservatórios ainda preocupa

Publicação: 2019-03-07 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
O Rio Grande do Norte  possui 940 milhões de metros cúbicos disponíveis em suas reservas hídricas. O valor corresponde a 21,32% do total da capacidade de armazenamento do Estado, que é de 4,411 bilhões de metros cúbicos.

Apesar do Estado ter apresentado uma pré-estação chuvosa acima da média, e dos prognósticos para o inverno serem positivos, a situação das reservas hídricas do Estado ainda preocupa, e muitas cidades permanecem em rodízio de abastecimento e com isso os pequenos agricultores devem aproveitar as chuvas para o plantio das sementes distribuídas.

Os reservatórios que mais receberam água nas últimas chuvas foram: Marcelino Vieira, que saiu de 49,08% de sua capacidade em 7 de janeiro para 56,64% no dia 28; Encanto, que estava com 65,88% e atualmente encontra-se com 78,83% e Beldroega, que estava com 47,14% e passou para 51,76%.

Já a situação mais grave está nos reservatórios de Santana, localizado em Rafael Fernandes; Cruzeta; Gargalheiras, em Acari; Dourado, em Currais Novos; Santa Cruz do Trairi e Inharé, ambos em Santa Cruz; Trairi, em Tangará e Japi II, em São José do Campestre. Esses se encontram completamente secos.

Os açudes em volume morto, por sua vez, são Pilões, com 2,35% da capacidade; Malhada Vermelha, com 10,22%; Rio da Pedra, com 17,26%; Itans, com 1,70%; Zangalheiras, com 0,95%; Esguicho, com 0,10% e Bonito II, com 1,87% da sua capacidade total.










continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários