Sobrevivente da tragédia da Chape, Neto resolve se aposentar

Publicação: 2019-12-14 00:00:00
A+ A-
Chapecó (AE) - Um dos sobreviventes da tragédia da Chapecoense com o avião da LaMia, o zagueiro Neto anunciou a aposentadoria do futebol  ontem. O defensor tentou retornar aos gramados na atual temporada, chegou a treinar com bola em março, mas as dores levaram o atleta a pendurar as chuteiras. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do clube.

Créditos: Reprodução/FacebookNeto tirou foto com policial que o resgatou após o acidente aéreoNeto tirou foto com policial que o resgatou após o acidente aéreo
Foto de 2016, quando Neto pousou ao lado de um dos policiais que o socorreu; hoje, se despediu do futebol

Apesar do rebaixamento da Chapecoense à Série B do Campeonato Brasileiro, Neto chegou a ser convidado para entrar em campo na vitória por 3 a 0 diante do CSA, na última partida do clube na Arena Condá em 2019. O jogador, porém, não se viu em condições de retornar aos gramados. A sugestão foi da diretoria, em combinado com a comissão do até então técnico Marquinhos Santos. O clube pretende realizar um evento para marcar sua despedida.

O zagueiro de 34 anos começou a carreira no Francisco Beltrão-PR e passou por Cianorte-PR e Metropolitano-SC, antes de parar no Guarani. O vice-campeonato paulista com o clube campineiro o levou para o Santos. Em 2015, chegou na Chapecoense, onde estava até hoje.

Neto foi o último sobrevivente a ser resgatado da tragédia que matou 71 pessoas, sendo 19 jogadores do time declarado campeão da Copa Sul-Americana de 2016. O defensor ficou internado por duas semanas na Colômbia até ser liberado para retornar à Chapecó, a fim de dar prosseguimento ao tratamento.

O zagueiro tem contrato com a Chapecoense até dezembro de 2021.