Soldado do Bope morre afogado

Publicação: 2010-10-02 14:57:00
O soldado do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) Carlos Alberto do Nascimento, 38, faleceu na manhã de hoje, durante um treinamento em uma lagoa de Extremoz. O soldado e outros 14 policiais estavam treinando “por conta própria” para um curso que será realizado pela Força Nacional de Segurança Pública. O soldado Alberto como era conhecido pelos colegas havia trabalhado durante toda a noite e decidiu ir com os amigos para o treinamento. De acordo com informações do comandante da corporação major Marcus Vinícius, os treinamentos estavam sendo realizados pelos policiais, rotineiramente, e  o que aconteceu com o soldado foi uma fatalidade. “Eles treinam de farda e com coturno. A lagoa não é funda. Acreditamos que ele possa ter passado mal”.

Companheiros do soldado Carlos Alberto do Nascimento estiveram no Hospital Santa CatarinaAssim que os colegas do  policial perceberam que ele não estava bem, socorreram Alberto. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado. O soldado foi socorrido para o Hospital Santa Catarina, mas chegou sem vida. O corpo foi encaminhado para o necrotério da unidade hospitalar. Alguns parentes da vítima estiveram no local. Abalados, preferiram não falar sobre a morte prematura do policial.

Segundo Marcus Vinícius, Alberto era considerado um policial exemplar. “Ele vai fazer muita falta”.
O soldado entrou para a Polícia Militar em 1997. “Ele estava no Bope há cinco anos”, disse o cosmandante.
Carlos Alberto era casado e deixa cinco filhos.