Sons da máquina invadem a Mata

Publicação: 2018-01-12 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Sons da máquina vão invadir a mata. Mas os beats harmonizarão com a natureza e vão convidar a plateia para mexer o corpo durante a performance do mineiro Retrigger, atração deste domingo no Som da Mata, às 16h30, no Parque das Dunas. O projeto do músico belorizontino Raul Costa tira sons de sintetizadores, computadores e instrumentos convencionais para dar forma a rocks eletrônicos, jazz, ritmos brasileiros, e dance music experimental.

Projeto Som da Mata recebe domingo os beats do mineiro Retrigger, projeto eletrônico de  Raul Costa. O artista passeia por rocks eletrônicos, jazz e ritmos brasileiros
Projeto Som da Mata recebe domingo os beats do mineiro Retrigger, projeto eletrônico de  Raul Costa. O artista passeia por rocks eletrônicos, jazz e ritmos brasileiros

As colagens sonoras de Retrigger reúnem surf music, punk, jazz, funk, samba, rockabilly, forró, drum 'n bass, house e hip hop. Um bailão eletrônico onde as programações convivem com a diversidade de sonoridades. Entre referências dissonantes, Raul faz uma colagem antropofágica que pode ser futurista e fragmentada, ou nostálgica e dançante. Para o palco ele leva laptops, joysticks e instrumentos musicais como sintetizadores e até o clássico theremin.

Raul 'Retrigger' Costa está na estrada desde 2001, e já lançou sete álbuns. Sua música criada com programas de computador viajou de Singapura aos Estados Unidos. Entre 2004 e 2008 ele fez vários shows pela Europa. O Retrigger já lançou suas músicas em selos de diferentes países, entre cinco continentes.

Serviço:

Retrigger (MG) no Som da Mata. Domingo, às 16h30, no Parque das Dunas. Acesso: R$1.

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários