Souza acredita em até breve

Publicação: 2016-10-09 00:00:00
A+ A-
A Seleção Brasileira deixa Natal hoje. O vôo fretado com a delegação “canarinha” parte do aeroporto internacional Aluízio Alves às 15h. Às 13h, todos deixam o hotel na Via Costeira. O grupo comandado por Tite segue para Mérida, onde enfrenta a Venezuela pelas Eliminatórias para a Copa da Rússia. Após uma semana na cidade fica a saudade pelo show de quinta-feira na Arena das Dunas e o testemunho do craque Souza, ex-América, último potiguar a vestir a camisa do Brasil e que pôde sentir de novo o clima de estar com outros craques.
Souza foi o último potiguar a vestir a camisa canarinha
A passagem da Seleção Brasileira por Natal gerou uma grande movimentação na cidade. Souza, que esteve presente na Arena das Duas para acompanhar o duelo, acredita que os ventos da capital potiguar sopraram favoravelmente ao Brasil.

Na estada em Natal o Brasil fez sucesso. Os ingressos para a partida contra a Bolívia esgotaram em algumas horas no primeiro dia de vendas. No treino aberto, dez mil torcedores estiveram na Arena das Dunas para incentivar os atletas. “Foi muito bom sentir o clima de uma partida de futebol. Acho que vão voltar em breve. Nós temos uma cidade maravilhosa, povo acolhedor e um estádio de ponta”, comentou para a TN, o ex-craque.

Quem foi Souza?
José Ivanaldo de Souza, mais conhecido como Souza (Itajá, 6 de junho de 1975), começou sua carreira no América de Natal. A partir de sua transferência para o Corinthians, o meia passou a ser conhecido em todo o Brasil.

Souza jogou no Corinthians de 1994 a 1998, tendo participado das conquistas dos Paulistões de 95 e 97, bem como da Copa do Brasil de 1995. Chegou a vestir a camisa da Seleção Brasileira por 11 vezes, entre 1995 e 1996.

Depois do Corinthians, Souza passou pelo São Paulo, Atlético-PR e Atlético-MG. Em 2003, transferiu-se para o Krylya Sovetov da Russia. Em 2004, Coritiba e no ano seguinte Flamengo. O meia decidiu voltar às suas origens e, a partir de 2006, tornou a vestir a camisa do América, onde conquistou o acesso para a 1ª divisão.No começo de 2008 passou pelo Atlético-MG - 2009 América. Mas no inicio de 2011 ele acertou sua volta aos gramados, com 35 anos, jogando pelo time do coração, o América.