Cookie Consent
Internacional
Supremacista branco mata 10 nos EUA enquanto faz transmissão ao vivo
Publicado: 15:42:00 - 15/05/2022 Atualizado: 15:42:07 - 15/05/2022
Um homem de 18 anos matou dez pessoas e feriu outras três em um atentado terrorista em um mercado de Buffalo, nos Estados Unidos, neste sábado (14). Depois de abrir fogo dentro e fora da loja, Payton Gendron foi preso pela polícia, que diz ter evidências de que o ataque foi "ditado por motivações raciais". O ataque foi transmitido ao vivo na plataforma de streaming Twitch.

Reprodução



O mercado escolhido pelo assassino fica localizado em um bairro de maioria afro-americana. Das 13 pessoas atingidas, onze eram negras. Foi encontrado um manifesto, onde Gendron escreveu 106 páginas para defender uma teoria da conspiração de que pessoas brancas estão sendo substituídas em seus países por imigrantes. Ele já chegou a ser investigado em 2021 por ter ameaçado promover um massacre em sua escola.

Joe Biden, o presidente dos Estados Unidos, definiu o atentado como "um ato de terrorismo interno" e também falou em "crime motivado pelo ódio racial, perpetrado em nome da repugnante ideologia do nacionalismo branco". 

A governadora de Nova York, Kathy Hochul, desejou que o supremacista "passe o resto de seus dias atrás das grades". Ela também comentou que o assassino fez "execuções em estilo militar contra pessoas que só queriam fazer compras". 

Com informações da Ansa Brasil

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte