Cookie Consent
Natal
Surto de gripe e dengue deixam prontos-socorros de Natal lotados
Publicado: 14:04:00 - 18/04/2022 Atualizado: 14:07:50 - 18/04/2022
A pandemia teve um arrefecimento e, neste momento, poucas pessoas estão buscando as unidades de saúde em decorrêcia da covid-19. Porém, os prontos-socorros dos principais hospitais de Natal, assim como as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) estão abarrotadas. O motivo é um surto de gripe e também aumento nos casos de dengue entre a população. Nesta segunda-feira (18), pelo menos dois dos maiores hospitais privados da cidade estavam com os PS abarrotados de pacientes.
Alex Regis
Casos relacionados ao aedes aegypit têm crescido

Casos relacionados ao aedes aegypit têm crescido

No início de abril, o Boletim Epidemiológico Centro de Controle de Zoonoses de Natal apontou que os registros de casos de dengue, zika e chikungunya em Natal tiveram crescimento 407,6% entre os meses de janeiro e o início de abril de 2022, comparado com o mesmo período do ano passado. Até o dia 8 de abril, foram notificados 934 neste ano, contra 184 no mesmo período de 2021. Os casos de dengue foram os que tiveram maior aumento de registros  (336,91%), seguidos pelo crescimento nas notificações de zika (266,67%) e chikungunya (75%).

Aliados a esses números, um surto de gripe tem sido observado na população, incluindo entre as crianças. Com isso, a demanda pelos serviços dos hospitais cresceu de maneira exponencial e, em alguns casos, unidades de saúde precisaram suspender temporariamente o atendimento à população.

O hospital Rio Grande e a Casa de Saúde são alguns dos que confirmaram a necessidade de suspensão temporária em alguns momentos nos últimos dias, assim como o Hospital da Unimed, que no seu atendimento por telefone já informa que há a sobrecarga no atendimento devido à alta demanda de pacientes com doenças respiratórias. O mesmo tem ocorrido em outros hospitais, que optam pela suspensão temporária sempre que a demanda supera a capacidade física das unidades. Nesta segunda-feira, apesar da alta quantidade de pacientes, os serviços seguiam funcionando normalmente. 



Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte