Título simbólico em jogo no Rio

Publicação: 2019-09-14 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Após 15 jogos no comando do Flamengo, o técnico português Jorge Jesus deverá repetir neste sábado, às 17 horas, no Maracanã, no confronto com o Santos, que vai decidir o campeão simbólico do primeiro turno do Campeonato Brasileiro, a mesma escalação com a qual o time venceu o Palmeiras por 3 a 0, no último dia 1º, também no Rio, pela 17ª rodada.

Créditos: Marcelo CortezEm bom momento, Gabriel brinca com Rafinha no treino do FlaEm bom momento, Gabriel brinca com Rafinha no treino do Fla
Em bom momento, Gabriel brinca com Rafinha no treino do Flmengo

O treinador nunca repetiu uma mesma escalação por duas vezes neste período à frente da equipe carioca. E hoje deve mandar o Flamengo a campo com Diego Alves; Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson, Arrascaeta e Everton Ribeiro; Bruno Henrique e Gabriel Barbosa.

Mas, no último treino, antes do importante duelo, Jorge Jesus trabalhou com portões fechados e não deu nenhuma dica se vai ou não utilizar os mesmos jogadores ou se irá armar alguma surpresa para Jorge Sampaoli, o treinador do Santos.

Os jogadores se exercitaram pela manhã na academia e depois seguiram para o campo, onde foram realizados treinamentos específicos antes de a imprensa ser impedida de acompanhar o restante dos trabalhos.

A diretoria rubro-negra anunciou que os 61.120 bilhetes para o confronto foram vendidos. A Prefeitura do Rio confirmou que fará um esquema especial de trânsito nos arredores do Maracanã e pediu para que os torcedores usem transportes públicos.

Segundo a nota, "a Secretaria de Ordem Pública (Seop) atuará com reboques baseados em pontos estratégicos e circulando na área de abrangência do monitoramento, com a finalidade de reprimir o estacionamento irregular". Não serão criadas áreas de estacionamento ao redor do estádio.

O rubro-negro carioca soma 39 pontos, dois a mais que o rival da Vila Belmiro. O Palmeiras tem 36, seguido pelos também paulistas Corinthians (32) e São Paulo (31). O Santos terá a chance de reassumir a liderança do Campeonato Brasileiro, mas, além da grande fase que vive o adversário, o time paulista terá de superar um tabu de cinco anos sem bater os cariocas no estádio mais famoso do país.

Desde 4 de outubro de 2014, quando fez 1 a 0, com gol do atacante Robinho, a vitória no confronto não é dos santistas quando o jogo tem lugar no Estádio Mário Filho. Desde então, foram três confrontos que contabilizaram dois triunfos do Flamengo e um empate por lá.

A equipe da Baixada Santista ainda saiu de campo vencedora deste duelo atuando no Rio em 2017, quando fez 2 a 1 (gols do hoje rubro-negro Bruno Henrique e Arthur Gomes para os paulistas), mas a partida foi realizada no estádio Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador.

Para o atacante Marinho, não há discussão sobre a força da equipe da casa mais uma vez. “Favoritismo é do Flamengo, pelo investimento e por tudo que fazem", disse o camisa 11 santista, que, em seguida, acrescentou que o jogo não merece todo esse peso de “decisivo" que tem despertado entre jornalistas e torcedores.

"Estamos cientes de que vai ser um grande jogo, que todos esperam. Vocês falam de título simbólico, mas ainda há muita coisa, serão 19 jogos depois. Será uma partida que todos esperam e temos nos preparado bem por aqui", destacou Marinho.


Deixe seu comentário!

Comentários