Tabatinga como reza o tempero da Zefinha

Publicação: 2016-08-05 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
O cenário paradisíaco de Tabatinga possui, além da paisagem, um sabor que tem chamado a mesma atenção de suas qualidades naturais. Aberto há oito meses, o restaurante Tempero da Zefinha cativou paladares pelo uso criativo de frutos de mar frescos, temperos orgânicos, ingredientes de qualidade, e o clima caseiro de seu espaço. Aliás, o restaurante é mesmo a casa dos proprietários, o casal natalense Jory e Eloina Trigueiro.

DivulgaçãoFrutos do mar são campeão de pedidos: Camarão com pesto de manjericão e amêndoasFrutos do mar são campeão de pedidos: Camarão com pesto de manjericão e amêndoas


“No começo, abrimos o restaurante só para receber nossos amigos. Esses amigos foram trazendo outros amigos, que indicavam a outros, e assim o Tempero foi compondo a sua clientela. Tudo aqui acontece na base do boca a boca”, afirma Jory. Ele diz que a maior atração do local é o visual, que mostra a praia e a energia do lugar. O cardápio completa esse pacote de paraíso.

O Tempero da Zefinha está instalado numa palhoça estilizada. “É uma cabana que une o rústico e o sofisticado. Utilizamos na decoração e no mobiliário, vários elementos tirados de madeiras de demolição, e algumas são centenárias. Juntamos objetos de arte popular e criamos um local acolhedor e com identidade”, explica Jory. O restaurante recebe no máximo 50 pessoas. Há um espaço kids com direito a piscina natural.

DivulgaçãoClima de casa de amigos dá o charme a mais no restô praianoClima de casa de amigos dá o charme a mais no restô praiano


O restaurante não conta com um cardápio fixo. Os pratos são elaborados de acordo com os ingredientes disponíveis. Os frutos do mar imperam, sendo fornecidos a Jory por uma colônia local de pescadores. O menu foi elaborado pela filha do casal, que é chef de cozinha. Entre os pratos com peixe estão uma moqueca, peixe com crosta de gergelim com legumes salteados na manteiga e redução de cajá, peixe frito com banana flambada e creme de queijo parmesão. Os peixes usados são garoupa, serigado, e galo do alto.

Há ainda um camarão frito na manteiga com lâminas de manga, espaguete de camarão com pesto de manjericão e lâminas de amêndoa, lagosta flambada no conhaque com azeite e alcaparras, vinagrete de polco (um dos mais pedidos da casa), e até um petisco diferenciado, o pastel de polvo. Para a criançada há opções típicas do menu “kids”, com filé e frango. Os pratos são individuais.

DivulgaçãoFim de tarde é um dos atrativos do Tempero da ZefinhaFim de tarde é um dos atrativos do Tempero da Zefinha


O nome do restaurante é homenagem a uma figura lendária – porém real - da comunidade de Tabatinga: dona Zefinha era á única mulher do lugar a ir pro mar junto com os pescadores pra fisgar suas iguarias. De volta à terra, a pescadora mostrava seus dotes culinários e fazia uma moqueca cujo sabor atravessou gerações. O tempero de Zefinha inspirou a cozinha de Jory e Eloina, um funcionário público e uma psicóloga que trocaram Natal por uma vida perto da praia. “Fizemos questão de tocar o restaurante de perto. O cliente sente a diferença”, conclui.

Serviço
Tempero da Zefinha. Ponta das Tartarugas, Tabatinga. Atende só por reservas, de quarta a domingo, das 10 às 17h. Tel.: 99666-2285.

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários