Viver
Teatro Lauro Monte reabre dia 18
Publicado: 00:00:00 - 12/12/2018 Atualizado: 23:45:21 - 11/12/2018
O Teatro Lauro Monte Filho, mais antiga casa teatral de Mossoró em atividade, será entregue à população mossoroense e sua classe artística neste mês de dezembro, após dez anos de portas fechadas e uma reforma que começou em 2012 e se arrastou por oito anos. Uma programação foi organizada pela Fundação José Augusto, administradora do espaço, em parceria com produtores culturais.  Em material divulgado pela Fundação, a produtora Joriana Pontes comentou sobre o espírito dessa reabertura: “A entrega dessa obra significa que toda luta da classe cultural foi válida. Aqui é um templo que acolheu e formou muitos artistas. Ver essa estrutura moderna nos faz acreditar que todo sonho pode virar realidade”.

João Vital Lacerda
Lauro Monte reabre com 483 lugares e estrutura renovada

Lauro Monte reabre com 483 lugares e estrutura renovada

Lauro Monte reabre com 483 lugares e estrutura renovada

A programação tem início dia 18 de dezembro, às 20h, com o Concerto Oficial da Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte. A OSRN vai se apresentar para convidados sob a regência do Maestro Linus Lerner, em noite com cerimonial conduzido pelos atores Tony Silva e Plínio Sá. Também estão confirmadas as participações do cantor Isaque Galvão e do poeta e cordelista Antônio Francisco.

A partir do dia 19, as atrações são abertas ao público. Na quarta-feira, às 20h, será o Concerto de 30 Anos do Coral Canto do Povo, sob a regência de Eli Cavalcante. Dia 20, o palco do Lauro Monte recebe Gonzagando, balé da Companhia de Dança do Teatro Alberto Maranhão. Na sexta-feira o palco passa a ser ocupado com espetáculos das companhias teatrais: Casatória c'a Defunta, da Cia Teatral Pão Doce (dia 21); Casa do Louvor, da Cia Bagana de Teatro (22), no horário das 20h; e  A Coisa do Humano, da Cia Bagana de Teatro (23), às 16h.

A obra do teatro Lauro Monte Filho recebeu um investimento de cerca de R$ 5 milhões do Governo do RN, com recursos do acordo de empréstimo com o Banco Mundial.

“Estamos entregando um novo teatro, totalmente moderno, reestruturado, climatizado, com acessibilidade e uma nova estrutura tecnocênica”, comentou o diretor da FJA, Amaury Jr.

A capacidade do Teatro Lauro Monte é de 483 pessoas. A reforma contemplou um moderno sistema de som com entrada digital, 40 microfones e 8 retornos, climatização, tela de projeção de cinema, 8 varas de iluminação secundária e uma principal, clicograma, acessibilidade, elevadores e uma subestação de energia de 380KVA.

O Teatro Lauro Monte Filho funciona no prédio do antigo Cine Cid, um dos poucos cine-teatros a resistir a era moderna. Administrado pela Fundação José Augusto é o único equipamento de cultura que continua vinculado às raízes artístico-culturais de Mossoró.

Nesse intervalo de tempo, foi templo da Igreja Universal do Reino de Deus, alugado em seguida pela Prefeitura de Mossoró para abrigar um teatro municipal. Após reformas, o antigo prédio passou a teatro estadual em 13 de dezembro de 1999, quando o Governo do Estado comprou o imóvel.




Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte