Tenente-coronel suspeito de contrabando é transferido para presídio de Mossoró

Publicação: 2020-01-16 20:30:00
O tenente-coronel da Policia Militar André Luís Fernandes da Fonseca, preso na última terça-feira (14) suspeito de liderar uma quadrilha especializada em contrabando de cigarros no Estado, foi transferido para o Presídio Federal de Mossoró. A determinação foi feita pelo juiz federal Orlan Donato Rocha, e o motivo corre em sigilo.

Créditos: Divulgação/PFOperação Níquel da Polícia FederalOperação Níquel da Polícia Federal

saiba mais

A apreensão do PM faz parte da 'Operação Níquel'. Além do tenente, outras seis pessoas foram detidas, e mais de R$ 16 milhões foram bloqueados pela justiça, segundo informações da Justiça Federal e da Polícia Federal.

De acordo com as investigações, os cigarros de origem estrangeira ingressam no território nacional através da costa potiguar, especificamente na região de Macau, e são transportados por caminhões, para diversos pontos na região metropolitana de Natal. As informações ainda sugerem que o transporte é realizado por integrantes do grupo, geralmente armados, contando com informações privilegiadas sobre possíveis abordagens policiais, inclusive da Polícia Rodoviária Federal.