Testes com vacina Coronavac têm início a partir do dia 20

Publicação: 2020-07-07 00:00:00
A+ A-
O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), informou que os testes da vacina contra o novo coronavírus, a Coronavac - em desenvolvimento pelo Instituto Butantan em parceria com a chinesa Sinovac -, têm início a partir do dia 20 de julho. Na última sexta-feira, 3, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a fase de testes clínicos.

Créditos: ABr


Segundo o governador, na próxima segunda-feira, 13, estarão abertas as inscrições para selecionar os 9 mil profissionais voluntários da Saúde que participarão dos testes a serem realizados em São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Paraná e Rio Grande do Sul. De acordo com o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, até o fim do ano, a fábrica da Sinovac terá capacidade de produzir entre 300 e 500 milhões de doses. "No mundo, são 136 vacinas em desenvolvimento, 12 em estudos clínicos e apenas três estão na terceira fase (de testes clínicos), incluindo a do Butantan Sinovac", afirmou Covas.

Números
O Brasil registrou 656 mortes e 21.486 infectados pelo novo coronavírus no balanço divulgado pelo consórcio de veículos de imprensa ontem, ultrapassando o total de 65 mil óbitos pela doença. Ao todo, 65.556 vidas foram perdidas para a covid-19 e 1.626.071 contaminados pela doença desde o início da pandemia, segundo dados do levantamento realizado pelo Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL junto às secretarias estaduais de Saúde.

Desde que as regras de isolamento e distanciamento sociais foram flexibilizadas em meio à pandemia, pelo menos 12 capitais brasileiras viram seus índices de infecções aumentarem. Em São Paulo, a reabertura da economia com o Plano SP também fez o registro de mortes acelerar e atingir o maior número de vítimas fatais na última quinzena de junho. Ainda no domingo, 5, o Estado ultrapassou a marca de 320 mil infectados e 16 mil óbitos, mas nos últimos dias os números apresentaram uma desaceleração.

O Rio de Janeiro vem na sequência da lista de Estados mais afetados, com 10.698 óbitos pela doença e mais de 101.554 casos confirmados da doença. O Estado registrou 31 mortes por covid-19 e 587 novos casos da doença no período de 24 horas.

O balanço de óbitos e casos no Brasil é resultado da parceria entre jornalistas dos seis meios de comunicação, que uniram forças para coletar junto às secretarias estaduais de Saúde e divulgar os números totais de mortos e contaminados. 

O Ministério da Saúde informou, ontem, que o Brasil contabilizou 620 óbitos e mais 20.229 pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Com isso, segundo o Ministério da Saúde, no total são 65.487 mortes e 1.623.284 casos confirmados pelo coronavírus.