Tite chama Vinicius Júnior, Neymar e Bruno Henrique

Publicação: 2019-08-17 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
São Paulo (AE) - O técnico Tite anunciou, nesta sexta-feira (16), uma lista de convocados com algumas novidades para amistosos diante de Colômbia e Peru, nos dias 6 e 10 de setembro, respectivamente, ambos nos Estados Unidos. O treinador, que chamou Neymar, apostou em caras novas como o zagueiro Samir, o lateral Jorge, os atacantes Bruno Henrique e Vinicius Junior e o goleiro Ivan.

Após título da Copa América, Tite começa a trabalhar a renovação da equipe brasileira para Copa
Após título da Copa América, Tite começa a trabalhar a renovação da equipe brasileira para Copa

Além desses cinco jogadores e de Neymar, outras novidades em relação ao time que conquistou o título da Copa América presentes nesta convocação foram o goleiro Weverton e o meio-campista Fabinho.

Neymar, em litígio com o Paris Saint-Germain e sem atuar desde amistoso entre a seleção brasileira e a do Catar, em 5 de junho, quando sofreu lesão que impediu a sua participação na Copa América, foi convocado mesmo com o seu futuro incerto. Outro jogador que também pode trocar de clubes nas próximas semanas, mas também está na lista, é Philippe Coutinho, hoje no Barcelona

A convocação foi a primeira da seleção após a conquista do título da Copa América, com Tite começando a pensar nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022. Por isso, apresentou como novidades jogadores que até já estavam no seu radar, mas não tinham sido lembrados para o torneio.

Tite também precisou apostar em novidades por causa de desfalques. No gol, o titular Alisson está machucado. No ataque, Gabriel Jesus está suspenso por dois meses. E o treinador ainda optou por não chamar jogadores dos semifinalistas da Copa do Brasil - o Grêmio de Everton Cebolinha, Athletico-PR, Cruzeiro e Internacional -, pois os duelos de volta estão agendados para 4 de setembro. O primeiro duelo da final será no dia 11.

O treinador também indicou com essa convocação uma renovação gradual da seleção, algo que vem tentando fazer desde o fim da Copa do Mundo da Rússia. Assim, jogadores mais rodados e que estiveram na Copa América perderam espaço. O zagueiro Miranda, o volante Fernandinho e o atacante Willian, que só foi chamado para a Copa América após corte de Neymar, ficaram de fora da relação. E isso abriu espaço para nomes como Samir, da Udinese, e Vinicius Junior, do Real Madrid.

Com a ausência de Alisson, Ederson será o goleiro titular da seleção. E os seus suplentes são de clubes do País, ainda mais que Neto, recém-contratado pelo Barcelona, sofreu fratura na mão esquerda e não pôde ser convocado. E agora, então, Tite apostou em Weverton, do Palmeiras, e Ivan, da Ponte Preta. Outros jogadores que atuam no Brasil também foram chamados, casos do lateral-esquerdo Jorge, do Santos, e do atacante Bruno Henrique, do Flamengo.

Após convocar Neymar em meio a um momento péssimo vivido pelo astro, que também foi alvo de uma acusação de estupro durante o mesmo período em que se lesionou antes da Copa América, Tite precisou justificar a presença do atacante em sua lista. Segundo o treinador e o restante da comissão técnica da seleção, o astro está apto a disputar as partidas.

"Conversei com ele, e tem três aspectos que dá para externar de forma pública", explicou Tite, logo após anunciar a lista de convocados. "Primeiro, qual era o momento dele e como ele estava Ele disse 'estou feliz, estou bem, já venho trabalhando normalmente há um tempo’. (Perguntei) E emocionalmente, como é que você está em cima de toda essa situação, porque ela interfere em todo o atleta. ‘Estou tranquilo, estou no aguardo do PSG em relação a definição da situação'", contou o técnico.

"O terceiro aspecto que coloquei foi em relação, e é também a ideia dele, de jogar antes, se há um tempo hábil, e ele está disponível. O atleta do nível, da qualidade do Neymar, a seleção brasileira e eu enquanto técnico não vou prescindir disso", insistiu Tite.

Tanto ele quanto o preparador físico da seleção, Fabio Mahseredjian, asseguraram que o atacante do PSG está em boas condições físicas, apesar do longo período sem atuar. "Ele está desde o dia 15 de julho treinando no Paris Saint-Germain, fazendo as avaliações, e no dia 17 já estava em campo. Ele não participa dos treinamentos táticos, mas participa dos treinamentos técnicos com o grupo", destacou o preparador.

Por fim, Tite declarou que não deu nenhuma opinião a Neymar no que diz respeito ao seu futuro, seja na equipe francesa ou em outro clube. "Quando é seleção eu me permito, na medida que o atleta vem, (falar) no aspecto tático, humano, desde que haja essa abertura", disse o treinador da seleção. "Mas eu não me sinto à vontade de interferir, de sugerir."

Confira a lista de jogadores para os amistosos nos EUA
Goleiros - Ederson (Manchester City), Weverton (Palmeiras) e Ivan (Ponte Preta).

Laterais - Daniel Alves (São Paulo), Alex Sandro (Juventus), Fagner (Corinthians) e Jorge (Santos).

Zagueiros - Marquinhos (Paris Saint-Germain), Thiago Silva (Paris Saint-Germain), Samir (Udinese) e Éder Militão (Real Madrid).

Meio-campistas - Alan (Napoli), Casemiro (Real Madrid), Fabinho (Liverpool), Philippe Coutinho (Barcelona), Arthur (Barcelona) e Lucas Paquetá (Milan).

Atacantes - Neymar (Paris Saint-Germain), Roberto Firmino (Liverpool), Richarlison (Everton), Vinicius Junior (Real Madrid), David Neres (Ajax) e Bruno Henrique (Flamengo).




continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários