Titina Medeiros volta a tv em comédia com elenco nordestino

Publicação: 2019-01-23 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Ramon Ribeiro
Repórter

“Quando o diretor falou em sitcom eu nem sabia muito bem o que era. Mas a experiência tem sido incrível. Junta as duas coisas que gosto de fazer. Teatro, por causa de ser gravado ao vivo e com plateia, e televisão. Estou amando”, revela a atriz potiguar Titina Medeiros sobre o mais novo projeto que ela está envolvida: a série de comédia “Os Roni”, grande aposta do canal Multishow para 2019. A estreia está prevista para o dia 11 de abril.

Após viver papeis em novelas, minissérie e teatro, Titina Medeiros  faz sua estreia numa sitcom. O humor faz parte de sua história, mas o formato é desafiador, ela diz: É tudo muito rápido, dinâmico. Esse tem sido o grande desafio. Por exemplo, ontem a gente ensaiou e hoje vamos gravar
Após viver papeis em novelas, minissérie e teatro, Titina Medeiros  faz sua estreia numa sitcom. O humor faz parte de sua história, mas o formato é desafiador, ela diz: “É tudo muito rápido, dinâmico. Esse tem sido o grande desafio. Por exemplo, ontem a gente ensaiou e hoje vamos gravar”

A produção está a todo vapor, com gravação de até três episódios por semana. A rotina é de ensaio num dia e apresentação no outro, com a plateia convidada e gravação ao vivo. No dia seguinte, ensaio para o outro episódio, com apresentação na data sequente.

“É tudo muito rápido, dinâmico. Esse tem sido o grande desafio. A gente tem dois dias para montar uma peça de 40 minutos. Por exemplo, ontem a gente ensaiou e hoje vamos gravar. Grava com plateia, geralmente sem parar (pra refazer a cena). É um passadão direto. Tem que estar atento e focado. Amanhã já começa a ensaiar o próximo episódio”, detalha a atriz em entrevista ao VIVER, num intervalo da equipe.

Na trama Titina Medeiros é Sãozinha, a irmã mais velha dos irmãos Roni – Ronickayson, Ronivaldo e Roniwelinton, interpretados pela trupe Whindersson Nunes, Carlinhos Maia e Tirulipa. É Sãozinha que recebe o trio vindo do Nordeste para tentar a sorte em São Paulo.

“Minha personagem veio cedo pra São Paulo. Trouxe a avó, que quem faz ela (também) é o Whindersson. Eu vim pra estudar, fazer faculdade. E ai conheci o Mário Alberto, que é um cirurgião plástico famosíssimo, interpretado pelo Oscar Magrini, o único ator não nordestino da série. Eu fico rica, uma rica emergente. E quando recebo os irmão, crio algumas resistências. Mas não chego a ser má. Quero só que eles tentem a vida como tentei. E por isso não dou tudo de graça pra eles. Na trama de nordestinos, minha personagem é um contraste. É elegante, faz parte da sociedade paulista, mas não perdeu o sotaque”, conta Titina sobre seu papel. O elenco ainda reúne Falcão, Gkay e Ilva Niño

Segundo a potiguar, a série resgata um pouco d'Os Trapalhões e das antigas comédias de situação, mas sem se apegar a esteriótipos do nordestino. “Não tem ninguém de chapéu de couro. Não tem a figura de cabeça baixa. Os meninos vieram pra vencer. Sãozinha veio pra vencer. É uma família divertida, que se ama e ama o Nordeste. Mas mais do que ser uma família nordestina, é uma família brasileira”, explica. “A série não fica no coitadismo. O que é mostrado é a nossa alegria, a nossa perseverança, nosso jeito espontâneo, o nordestino que é feliz em ser nordestino. É a gente rindo da gente. De situações”.

Quando foi convidada para participar do projeto ao lado de Whindersson Nunes, Carlinhos Maia e Tirulipa, Titina não entendeu direito o por quê. Ela se via distante do universo da internet e não se considerava uma comediante. “Nem sei fazer piada. Me considero atriz. Sei compor personagem. Mas depois me disseram que a intenção era essa, misturar atores com youtubers”, diz a atriz. Sobre a experiência de estar contracenando com o trio, ela garante que tem sido divertidíssima. “Esses meninos são maravilhosos. São o que a gente vê. O dia inteiro é de brincadeira. É por isso que o trabalho não nos cansa. É muito intenso, mas a energia é leve. A gente ri o dia inteiro. Estou amando”.

Em se tratando de atuar, Titina não tem preferência de gênero. Comédia, drama, tragédia, ela topa o desafio. Seu último papel na TV foi dramático, na série “Onde Nascem os Fortes”, em que viveu Betânia, colega de cela de Maria (Alice Wegmann), uma das protagonistas. Mas seu papel de maior destaque até hoje foi a hilária Socorro, na novela “Cheias de Charme” (2014). A personagem encantou o público como a aliada de Chayene (Cláudia Abreu). Uma curiosidade é que a mãe de Socorro na trama, dona Epifânia, era interpretada por Ilva Niño, atriz que ela reencontra em “Os Roni”. “Gosto de fazer comédia, tragédia, drama. Tudo. Eu gosto de ser atriz. E como atriz eu estou a serviço da história”, afirma a potiguar.

Ao contrário do que foi noticiado em alguns sites, Titina não está escalada para a próxima novela das sete, “Verão 90”. “Já me procuraram para falar sobre minha participação. Mas nunca fui convidada para o projeto”, diz. De certo, além da série “Os Roni”, Titina tem a circulação nacional com o espetáculo “Meu Seridó”.

Colaborou: Cinthia Lopes
Editora





continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários