Três instituições potiguares figuram nos rankings de patentes do Inpi

Publicação: 2020-09-28 18:05:00
O Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi) anunciou, nesta segunda-feira (28), o ranking de pedidos de patentes no país. Os dados são referentes ao ano passado e aponta três instituições potiguares entre os Top 50 das categorias, uma a mais do que o levantamento de 2018. A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) se junta a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e o Instituto Federal (IFRN), que apareceram no ranking anterior.

Créditos: Alex RegisA UFRN aparece no Top 50 em duas categoriasA UFRN aparece no Top 50 em duas categorias

No Ranking dos Depositantes Residentes de Patentes de Invenção (PI), a UFRN ficou na 14ª posição, com 30 pedidos. Quem lidera essa categoria é a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), com cem depósitos de programas de computador. A UFRN subiu onze posições em relação a 2018, quando tinha depositado 19 patentes.

Além dessa categoria, a UFRN aparece na quinta colocação do Ranking dos Depositantes Residentes de Programas de Computador, com 41 pedidos. O IFRN também aparece na lista, na 15ª posição, com 15. A UFRN cresceu em 28 o número de depósitos de patentes em relação ao ano anterior, enquanto que o IF teve um pedido a menos do que em 2018. 

A UERN também entra nesse ranking, com onze pedidos de patente. Com isso, a instituição ocupa a 38ª posição. Quem lidera o ranking mais recente da categoria é a Universidade Tecnológica do Paraná, com 99 formalizações.



Leia também: