TRE escolhe novos juízes eleitorais

Publicação: 2018-05-17 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte elegeu os  desembargadores Glauber Rego e Cornélio Alves como novos membros do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para o biênio 2018-2020, em substituição aos atuais presidente e vice-presidente da Corte Eleitoral, desembargadores Dilermando Mota e Ibanez Monteiro, que terão mandatos concluídos em 31 de agosto deste ano.

Os novos dirigentes do TRE serão empossados em 1º de setembro e no mesmo dia deverá ocorrer a eleição para os cargos de presidente e vice-presidente, cuja função será acumulada com a de corregedor geral Eleitoral. Glauber Rego e Cornélio Alves foram eleitos por unanimidade, mas cada um se absteve de votar em si mesmos, enquanto um votou no outro e vice-versa.

Durante a sessão plenária, o presidente do TJ, desembargador desembargador Expedito Ferreira, externou seus votos de êxito aos dois integrantes do Pleno durante os trabalhos à frente da área eleitoral.

Já o desembargador Dilermando Mota, que ontem mesmo viajou para Campo Grande, a fim de participar participar de um seminário sobre propaganda eleitoral promovido pelo Tribunal Regional Eleitoral do Mato Grosso do Sul, comunicou, após a votação, que “irá reunir-se com os dirigentes eleitos para tratar do início, o quanto antes, da transição se assim estes desejarem”.

Os desembargadores Glauber Rego e Cornélio Alves destacaram a honra de terem sido escolhidos para a tarefa de conduzirem as eleições gerais deste ano em todos os 167 municípios do Rio Grande do Norte. “Estamos conscientes da missão de fiscalizar o pleito de 2018, fazendo cumprir a lei para todos”, disse Alves.

O colegiado de desembargadores do TJ  também decidiu pela indicação do juiz José Dantas de Paiva para substituição da juíza Berenice Capuxu de Araújo Roque, que encerra o seu biênio no  TRE em em 24 de maio. Dantas de Paiva já atuava como suplente da magistrada e passa a ser titular na Corte Eleitoral do Rio Grande do Norte, enquanto o seu suplente será juiz Geraldo Antônio da Motta. Ambos foram eleitos por unanimidade, vencidos os juízes Jorge Carlos Meira Silva e Cármen Calafange, que também tinham feitos inscrições para concorrerem ao Tribunal Regional Eleitoral.

Como é a composição do TRE
Dois Juízes dentre os Desembargadores do Tribunal de Justiça;
Dois Juízes, dentre Juízes de Direito, escolhidos pelo Tribunal de Justiça;
Um Juiz Federal escolhido pelo Tribunal Regional Federal da Quinta Região;
Dois Juízes dentre seis advogados de notável saber jurídico e idoneidade moral, por nomeação do Presidente da República, indicados pelo Tribunal de Justiça.
O Presidente e o Vice-Presidente são eleitos dentre os Desembargadores (Constituição Federal, Art. 120, §2º). A função do Corregedor Regional Eleitoral é exercida, cumulativamente, pelo Vice-Presidente do Tribunal.

Atual composição do TRE
Presidente - desembargador Dilermando Mota Pereira (biênio – 01/setembro/2016 a 01/setembro/2018)
Vice-presidente - desembargador Ibanez Monteiro da Silva (biênio – 01/setembro/2016 a 01/setembro/2018

Membros
Juiz federal Francisco Glauber Pessoa Alves (biênio - 18/julho/2017 a 18/julho/2019)

Juíza de Direito Berenice Capuxú de Araújo Roque (biênio - 24/maio/2016 a 24/maio/2018)

Juiz de Direito André Luís de Medeiros Pereira (biênio -  23/janeiro/2017 a 23/janeiro/2019)

Jurista Luís Gustavo Alves Smith (biênio - 20/abril/2017 a 20/abril/2019)

Jurista Wlademir Soares Capistrano (biênio - 19/outubro/2017 a 19/outubro/2019

Fonte: TRE


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários