Tributação fica com média remuneratória de R$ 23,6 mil

Publicação: 2019-08-14 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Os dados da Secretaria Estadual da Administração (SEAD) mostram que, em junho deste ano, a maior folha salarial dos servidores públicos é da pasta da Educação e Cultura, que é de R$ 71 milhões, seguido da Saúde, com R$ 52,57 milhões e da Polícia Militar, com R$ 38,66 milhões.

Embora a pasta da Tributação apresente a quarta maior folha salarial, com R$ 15,61 milhões, a SET aparece com a maior média remuneratória: R$ 23.617,71.

A média salarial da Educação ficou em 3.337,09; Saúde, R$ 4.236,04 e Polícia Militar, com média salarial de R$ 5.183,09.

Com média salarial acima de R$ 10 mil, aparecem o pessoal do quadro da Polícia Civil – R$ 10.506,86 e Procuradoria Geral do Estado (PGE), com R$ 10.825,63.

Por número de servidores, o maior quadro é da pasta da Educação, 21.446 servidores, seguido da Saúde, 12.527 e PM, com 7.493 policiais.

Os quadros mais “enxutos” de servidores são do Instituto de Águas (Igarn), quatro servidores; Fundação de Apoio à Pesquisa (Fapern), 15; Empresa de Promoção do Turismo (Emproturn), 18; Assessoria de Comunicação Social (Assecom), 26; Agência Reguladora de Serviços Públicos (Arsep), 28 e Companhia Estadual de Habitação (Cehab), 31.

Desde 2017, o Estado tem problemas para pagar os salários em dia. Há três folhas (referentes a 2018) ainda em aberto. E a administração estadual informou esta semana que o pagamento do 13º deste ano depende de receita extra.

continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários