Um brinde ao drinque da canequinha!

Publicação: 2018-05-18 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
A cada temporada, um drinque cai no gosto de clientes de bares, restaurantes e casa especializadas, tornando-se tendência e imperando por um determinado período. Foi assim com o Aperol no verão passado. Mas um dos  destaques agora é o Moscow Mule, clássico setentão, surgiu nos anos 1950 e agora retorna à cena  talvez pela proximidade da Copa do Mundo, na Rússia, mês que vem.

O descontraído Moscow Mule virou até alternativa para brinde de casamento
O descontraído Moscow Mule virou até alternativa para brinde de casamento

Com teor alcoólico variando de 35% a 60%, o Moscow Mule é à base de vodca, cerveja de gengibre (ginger beer) e limão, sendo o frescor sua principal característica. É servido em uma simpática caneca de cobre com gelo.

A caneca original pode ser comprada no site moscowcopper.com. Também há receitas lá. Há modelos de canecas de cobre para todos os gostos.

Segundo o mixologista paulista Paulo Machado, proprietário em Natal da Oito Coqueteis, coquetelaria para eventos, o Moscow Mule é um dos drinques que tem mais saída atualmente. “Ele é mais cítrico, tem sabor exótico e é refrescante”, disse.

Segundo Paulo Machado, o preparo do drinque é simples. É feito com 50 ml de vodka, 20 ml de suco de limão e 100 ml de ginger beer (cerveja de gengibre). Junta-se os ingredientes na caneca de cobre e mistura com uma colher bailarina.

O mixologista explica que a ginger beer não é encontrada com facilidade em Natal, o que permite substituições e adaptações. Há quem coloque espuma de gengibre e outros que trituram o gengibre com cerveja pale ale ou pilsen. A faixa de preço do drinque vai de R$ 18,00 a R$ 22,00, segundo Paulo.

No Restaurante Mulle, a espuma de gengibre é receita da casa
No Restaurante Mulle, a espuma de gengibre é receita da casa

Já o restaurante Mulle, em Ponta Negra, teve seu nome inspirado no drinque, o mais pedido da casa. O diferencial lá é a espuma cítrica que cobre a bebida, de acordo com a proprietária Shirley Lopes, que não revela a receita de família de jeito nenhum.

“O restaurante leva o nome do drinque por que foi aberto justamente na época em que ele estava bombando no país. E a gente sabia que estava vindo com uma receita especial”, comenta Shirley.

Segundo ela, o segredo para preparar a receita básica do Mule é acertar nas quantidades e trabalhar com uma bebida de qualidade. Ela explica que a espuma do drinque da casa é diferente das demais servidas em Natal, a maioria com ingrediente molecular. No Mulle, o drinque custa R$25,00 e há promoção de 30% das quartas-feiras. Também é oferecida a versão do drinque sem álcool.

O Moscow Mule também pode ser encontrado em outros bares e restaurantes da cidade, como o Buds Bar, em Capim Macio; Conpastello Urban Food, na av. Ayrton Senna; e no bar de praia Old Five, na praia de Ponta Negra.

Receita
Moscow Mule (cedida pela 8 Coqueteis)
50ml de vodca de boa qualidade
20 ml de suco de limão
100 ml de ginger beer (cerveja de gengibre) ou adaptação com espuma de gengibre
Misturar com a colher bailarina
Gelo à gosto


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários