Um dos pilares do elenco de 2019, Leandro Melo vislumbra boa temporada em 2020

Publicação: 2019-12-15 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Considerado um dos pilares de equilíbrio da equipe campeã estadual e também que disputou a Série D do Brasileiro, o capitão Leandro Melo retornou ao convívio diário no América. O volante foi o último a se apresentar pela exigência do cumprimento do período legal de descanso após o fim da temporada e como disputou a Série B pelo Oeste, após a eliminação do clube potiguar no Brasileiro, só ficou em condição legal para trabalhar agora, quase um mês após o início da pré-temporada do Alvirrubro. Melo aposta num crescimento ainda maior do América na temporada de 2020.

O volante Leandro Melo, do América, é o capitão do time na competição
Leandro Melo em ação pelo América-RN na última temporada

Artilheiro
Se conhecer o caminho do acesso é uma condição que pode contagiar o grupo, além do treinador Waguinho Dias, outro que teve sucesso na temporada de 2019 e pode festejar o final dela em festa foi o atacante Wallace Pernambucano, que juntamente com Leandro Melo e Daniel Costa estão realizando um trabalho, a parte, de força muscular, para entrar em sintonia com os demais companheiros, que trabalham no clube desde o dia 18 de novembro.

Wallace tem 32 anos e conquistou o acesso para Série B defendendo o Náutico, na atual temporada. Em 45 partidas realizadas no ano, o atacante marcou 12 gols. Pelo Timbu, conseguiu ser o artilheiro da equipe na Copa do Nordeste.

Ciente de que necessita trabalhar bem a parte física, devido a idade avançada, Wallace só quer iniciar o trabalho com bola quando estiver com, pelo menos, 70% de sua condição normal. “Eu vou da uma focada um pouco mais na parte física, já que eu passei alguns dias nas férias parado, para depois a gente ver como o professor vai me inserir junto ao grupo”, disse.

Sonhando em escrever o nome na história do clube potiguar, como fez pelo Náutico, o atleta deixou, após se mostrar impressionado com o calor que os torcedores alvirrubros passaram ao elenco, durante a festa de apresentação, na última terça-feira, deseja que o torcedor americano possa apoiar bastante o grupo nas partidas, prometendo que não irá faltar empenho de todos por parte dos atletas, que vão batalhar do primeiro ao último segundo para buscar sempre o melhor para o clube.

Motivado
Outro que se impressionou com a empolgação da torcida, foi o meio-campista Daniel Costa, citado pelo capitão Leandro Melo como uma das grandes aquisições da diretoria para montar o elenco alvirrubro. O jogador de 29 anos  estava no Atlético Tubarão-SC, mas antes defendeu o Santa Cruz-PE durante a Série C do Campeonato Brasileiro.

“A gente se sente bem, de ver que a torcida está comprando a ideia traçada pela diretoria e a nossa comissão técnica. É importante saber que eles estão querendo jogar junto com a gente. Nós jogadores ficamos felizes em saber que vamos ter o apoio deles nas arquibancadas. É de extrema importância poder contar com esse apoio que vai fazer total diferença para nós dentro de campo", ressaltou Daniel Costa.

Com calendário completo, o América vai disputar o Estadual, a Copa do Brasil, a Copa do Nordeste e a Série D, onde se encontra todo o foco da temporada. Costa diz estar habituado e gostar de ser confrontado com grandes desafios.

“Preparado a gente sempre está. Jogador que não busca suas grandes responsabilidades, acho que caminha para o fracasso. Quando era garoto, eu via o América a jogar as grandes divisões. Então eu sei que a torcida cresceu acostumada em ver o time em uma grande divisão e quer que o time esteja lá novamente. A gente sabe das responsabilidades e sabe que vai ser cobrado e eu sei que vou estar preparado para poder corresponder a altura", destacou.

Além de optar jogar num clube de tradição e que possui um calendário repleto de competições, também pesou na escolha de Daniel Costa, de atuar no futebol potiguar, a presença de Waguinho a frente do elenco alvirrubro.

“O América tem uma grande camisa e é um clube de tradição com uma grande torcida, e isso pesa na escolha. A presença de Waguinho (Dias) também facilitou para que eu estivesse aqui. Eu sei que o trabalho do professor é muito bom e juntos temos condições de fazer um grande trabalho", afirmou o atleta.



continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários