Um potiguar na mostra competitiva

Publicação: 2018-04-10 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
O Cine Fest RN divulgou os cinco longas-metragens que participarão da Mostra Competitiva, em sua edição de estreia, de 24 a 29 de abril, no Cinemark. A lista definitiva tem quatro filmes de ficção e um documentário. São eles: “Arábia”, de Affonso Uchoa e João Dumansa; “Açúcar”, de Renata Pinheiro e Sérgio Oliveira; “Nó do Diabo”, de Ramon Porto Mota, Gabriel Martins, Ian Abé e Jhésus Tribuzi; “Torquato Neto – Todas as Horas do Fim”, de Eduardo Ades e Marcus Fernando; e uma novidade, o longa-metragem potiguar inédito “O Mistério das Noites Brancas”, de Lucas Fernandes, Rebecca Pelágio, Lito Trindade.

Longa potiguar inédito “O Mistério das Noites Brancas”, do coletivo Drone em Chamas, é novidade na mostra competitiva
Longa potiguar inédito “O Mistério das Noites Brancas”, do coletivo Drone em Chamas, é novidade na mostra competitiva

Da lista já divulgada anteriormente pela produção, o filme“Gabriel e A Montanha”ficou de fora da programação final. A curadoria explicou que o longa de Felippe Barbosa já foi exibido em outra mostra potiguar e o festival quer privilegiar produções inéditas na mostra competitiva. Vale lembrar que “Torquato Neto” foi apresentado em novembro do ano passado no Cine Sol, realizado pela prefeitura. Neste caso, fora de competição. E "Arábia", também exibido na Mostra de Gostoso.

Para escolher os filmes foram convidados a curadoria o roteirista Yoya Wursch, o crítico de cinema Rodrigo Fonseca (O Globo, Omelete), os produtores Fernando Muniz e Deivs Wilson, e o crítico potiguar Raildon Lucena.

O Cine Fest RN acontece de 24 a 29 deste mês, com exibições gratuitas nas salas do Cinemark e Cinépolis (Natal e Norte Shopping.  Além dos cinco competitivos, a sessão de abertura terá a estreia do longa “Nova Amsterdam”, do diretor Edson Soares, coordenador do Cine Fest. Para o encerramento, será exibido o longa documental “Cinema Novo”, de Eryk Rocha, filho do diretor Glauber Rocha. O filme aborda o movimento cinematográfico que revolucionou as criações artísticas dos anos 1960 e 1970.

No total os curadores selecionaram 30 filmes, entre longas e curtas-metragens, e ainda 10 fotografias. Concorrem nas três mostras competitivas do festival cinco longas nacionais, 10 curtas nacionais e mais 10 curtas  potiguares.

Longa potiguar
Escrito e dirigido pelo o jornalista e diretor Lucas Fernandes, o "Mistério das Noites Brancas" é uma realização potiguar do coletivo Drone em Chamas, formado por Lucas, Rebecca Pelágio e Lito Trindade. Feito de forma independente, o filme conta com uma associação dos produtores Janaíle Soares (produtora), Vitaly Grinko (produtor associado na Rússia) e Faiazova Lida (produtora executiva na Rússia).

Premiado “Arábia” retrata a vida errante de um trabalhador
Premiado “Arábia” retrata a vida errante de um trabalhador

O drama de ficção, com referências ao romance de Dostoiévski (Noites Brancas), conta a história de um estudante problemático que, para graduar-se na universidade, é condicionado a passar pela orientação do conservador Alexander Vladmirovich. A relação entre o professor e o aluno se desenvolve de forma conflituosa e é duramente afetada quando a melhor amiga de Iuri (Suzane) enfrenta uma profunda depressão, o que traz à tona o passado oculto de Alexander. O elenco é formado por Olavo Bessa e Allana Carvalho.

Mostra itinerante
A primeira etapa da programação oficial do Cine Fest RN começa nesta terça-feira (10) com a Mostra Itinerante na Zona Norte de Natal, que segue até quinta (12). Serão oito filmes curtas-metragens com exibição gratuita no Cinépolis do Partage Norte Shopping, sempre a partir das 9h.  Os oito filmes que irão compor a programação foram anunciados ela produção: os curtas ‘Cabra de Peia’, ‘Lugar de Lixo é no Lixo’, ‘Faca Amolada’, ‘Sebastião Canário’, ‘O Baobá e o Poeta’, ‘Minha Bolsa Mágica’, e a animação ‘Traição Não Existe em Guarani’, e ‘Além do Plano’. Os filmes têm média de 13 minutos de duração.

 “É um orgulho imenso exibir a produção audiovisual potiguar na telona. Esse é o grande momento para quem produz cinema; ver seu filme exibido com a qualidade técnica de som e imagem que ele merece. O cinema é sempre o grande palco do audiovisual”, comentou o cineasta e coordenador do Cine Fest RN, Edson Soares.

Entre o próximo 16 e 18 de abril (segunda a quarta-feira) tem início a Mostra Itinerante da Zona Sul, também em sala do Cinépolis, desta vez do Natal Shopping. A programação de filmes ainda será divulgada. O horário será o mesmo, com início às 9h e o acesso gratuito mediante retirada de ingressos na bilheteria.


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários