Um presente mais do que esperado

Publicação: 2019-06-29 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Nada como uma data especial para marcar o início de uma reação. A partida diante do Náutico, hoje, às 17 horas, no Estádio dos Aflitos ocorre no mesmo dia em que o clube potiguar completa 104 anos de fundação. Um bom presente para a torcida seria a conquista de um resultado resultado positivo e que marcasse o início da reação que o clube potiguar tanto necessita para escapar do rebaixamento. Se depender da vontade do treinador Roberto Fernandes, que poderá contar com os reforços recém-chegados, o resultado vem. Ele disse que pretende ser ousado no Recife, mesmo ciente de que o momento do adversário.

Mergulahado na lanterna e necessitando levantar, Roberto Fernandes se diz preocupado com momento psicológico dos atletas no ABC
Mergulahado na lanterna e necessitando levantar, Roberto Fernandes se diz preocupado com momento psicológico dos atletas no ABC

Em situação bastante delicada dentro do grupo A, na Série C do Brasileiro, a equipe potiguar está iniciando uma jornada na qual pretende conquistar 16pontos para alimentar alguma chance de escapar do rebaixamento para Série D, um pesadelo que persegue o clube, desde da terceira rodada, quando ele basicamente deixou de somar pontos.

Ainda sem poder contar com o atacante Wallyson, que devido a transferência internacional só poderá ficar à disposição da comissão técnica a partir da próxima rodada e contando, apenas, com algumas peças de menor impacto. O treinador Roberto Fernandes pretende começar a escrever uma história totalmente diferente a partir desse segundo turno.

Para tanto, o comandante alvinegro possui quatro novas peças para encaixar na equipe que vem sendo usada como base, além de Anderson Rosa, livre da suspensão automática causada pelo cartão vermelho recebido na partida contra o Sampaio Corrêa.

O treinador lamenta não ter podido realizar uma mudança mais profunda no elenco, que na visão dele necessitava de mais peças para se equilibrar e ficar mais competitivo. Mas o problema é que devido as indicações de reforços anteriores, quando ele chegou ao ABC, o clube possuía apenas cinco substituições a realizar, pelo fato de já ter extrapolado o número de atletas inscritos na disputa do Brasileiro.

Neste momento de extrema delicadeza, um dos fatores que vem pesando para definição da equipe, é a motivação dos atletas. Fernandes disse que alguns integrantes do elenco estão se deixando abater pelo mau momento e ressalta, que, se esse clima não melhorar, o elenco não terá motivação para virar essa situação. Por isso o trabalho agora é fechar o grupo tendo em vista o objetivo do ABC na competição. Mas ele também deseja a realização de uma redução no elenco e reclama da sobreposição de atletas em algumas partes da equipe.

Falando especificamente sobre o adversário abecedista, o treinador da equipe potiguar disse que esperar uma partida bastante difícil nos Aflitos.

“O Náutico para mim é um dos favoritos a uma vaga no G-4. Hoje ele está fora dessa zona de classificação, mas tem um jogo a menos. Ano passado tive lá, conheço boa parte do grupo de hoje e sei que se trata de um elenco forte. Jogando dentro dos Aflitos é muito difícil vencer o time deles, então desse segundo turno eu aponto este como um dos três jogos mais difíceis que nós iremos disputar”, ressaltou Fernandes.

Mesmo reconhecendo a superioridade do adversário, frente a necessidade de vitórias do ABC, Roberto Fernandes disse que está disposto a promover uma tática “camicaze”, apesar de estar ciente do estrago que um novo resultado negativo pode trazer.

“Você tem duas hipóteses numa situação assim: ou joga fechado sofrendo o risco de perder. Ou se abre para atacar o adversário em busca do gol sabendo que pode perder do mesmo jeito. Estamos mais propensos a arriscar a tática camicaze”, salientou.

O lateral-esquerda Hugo, vivendo a expectativa de voltar ao time titular, disse que o grupo tem de esquecer o que ocorreu no primeiro turno e procurar modificar a história de forma drástica a partir de agora.

 “Não tivemos o desempenho esperado no primeiro turno, mas temos de continuar trabalhando forte para corrigir os nossos erros. Acreditamos no potencial da equipe para sair dessa situação o mais rápido possível. Vamos visitar o Náutico e temos de chegar lá com a mentalidade de vencer a todo custo”, ressaltou o lateral que é o atleta mais jovem do elenco abecedista.

Náutico
Provável substituto de Camutanga, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o zagueiro Rafael Ribeiro falou sobre a chance de retornar a equipe titular contra o ABC, nos Aflitos.

“Se eu começar jogando, será uma oportunidade muito boa e espero ajudar o time a sair com os três pontos. Temos que encarar o ABC com muita concentração e motivação”, afirmou o jogador. Além do zagueiro a outra alteração será no gol do Timbu, onde Jefferson vai ocupar a vaga que era de Bruno, negociado com um clube do futebol português.

Ficha técnica
Náutico: Jefferson; Hereda, Fernando Lombardi, Rafael Ribeiro e Wilian Simões; Josa, Jhonnatan e Wallace Pernambucano; Thiago, Matheus Carvalho e Rafael Oliveira. Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

ABC: Saulo, Bocão (Ivan), Richarlison, Joécio e Guilherme; Caio César, Pedra, Guedes  e Anderson Rosa; Lohan e Dione. Técnico: Roberto Fernandes.
Local: Estádio dos Aflitos (PE)

Horário: 17 horas

Árbitro: Lucas Canetto Bellote (SP)

Assistentes:Daniel Paulo Ziolli (SP) e Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP)







continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários