Um terço dos brasileiros desconhece crise na Venezuela

Publicação: 2019-04-14 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Uma pesquisa do Instituto Datafolha aponta que cerca de um terço (35%) dos brasileiros desconhece a crise econômica e social enfrentada pela Venezuela. Segundo o levantamento, 65% responderam que têm conhecimento do que se passa no país vizinho, que sofre com a hiperinflação, a decadência dos serviços do Estado e um crescente autoritarismo do regime chavista de Nicolás Maduro.

No Brasil, 94,8 mil venezuelanos solicitaram refúgio, e 64,7 mil pediram residência temporária
No Brasil, 94,8 mil venezuelanos solicitaram refúgio, e 64,7 mil pediram residência temporária

Dos que responderam estarem informados sobre a crise venezuelana, os maiores índices foram verificados entre os mais instruídos (89%), os mais ricos (89%) e os moradores da região Sul do Brasil (76%). Entre esses 65% que afirmaram ter conhecimento da situação na Venezuela, a maioria não concorda que o Brasil participe de uma eventual invasão militar e envie tropas ao país vizinho para derrubar o regime de Maduro. Ao todo, 54% dos entrevistados desse grupo responderam "não" à pergunta "caso ocorra uma invasão militar na Venezuela, o Brasil deveria enviar tropas?", enquanto 43% responderam "sim".

Por enquanto, o governo brasileiro continua, oficialmente, a se posicionar contra de uma intervenção militar no país. Na quinta-feira (11), durante uma audiência da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, disse ser contra qualquer intervenção na Venezuela. Na segunda-feira (8), o vice-presidente, Hamilton Mourão, também havia refutado a possibilidade.

Tanto o Brasil como os EUA, junto com cerca de outros 50 países, reconheceram o oposicionista Juan Guaidó como o presidente legítimo da Venezuela em uma tentativa de isolar ainda mais o governo Maduro.

Outro tema abordado pela pesquisa Datafolha envolve o acolhimento de refugiados da Venezuela. Segundo o levantamento, 68% dos brasileiros que conhecem a situação da Venezuela afirmaram que o Brasil deveria receber refugiados venezuelanos. Outros 27% são contra, e 4% são indiferentes ou não souberam responder.

Ainda segundo a pesquisa, o índice de pessoas favoráveis ao acolhimento é superior entre os mais instruídos (79%) e jovens (77%). Entre os que rejeitam, as taxas mais altas foram registradas entre os mais velhos (36%) e menos instruídos (37%). Segundo a agência da ONU para refugiados (Acnur), há 3,4 milhões de refugiados venezuelanos – e o número deve continuar a subir.

No Brasil, há 94,8 mil venezuelanos que solicitaram refúgio, e 64,7 mil que pediram residência temporária, segundo números da Acnur. Os números são bem mais baixos que os da Colômbia (1,1 milhão) e Peru (506 mil).








continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários