Uma mestra da cervejaria e do vinho

Publicação: 2011-08-12 00:00:00 | Comentários: 2
A+ A-
A sommelier Fabiana Dall Onder é formada em turismo no Paraná. Tornou-se mestra nas químicas etílicas na Escuela Argentina de Sommelier, em Buenos Aires, e pela Universidade de Cuyo, em Mendoz. Já morando em Natal há pouco menos de dois anos, está firmando um olhar mais sério sobre a sua área profissional. “A carreira de sommelier é um trabalho bastante novo, tanto em Natal como também no Brasil, mas basicamente consiste em prestar assistência e orientação sobre o serviço das bebidas no geral, em particular o vinho”, explica. Atualmente trabalha na Distribuidora Ligzarb, onde supervisiona a equipe de vendas e também dá treinamento, palestras,  acompanhamento para brigada e grupos interessados no assunto. Ela usa o mesmo paladar apurado para saborear o que há de bom em Natal.
Fabiana Dallonder - sommelier
FDS - Para você, como sommelier, onde se bebe bem em Natal?

Fabiana - Uma das cartas mais variadas e completas de Natal se encontra no Guinza Blue, sem dúvida.

FDS - Quais são os restaurantes favoritos para almoçar ou jantar?

Fabiana - Natal vive um verdadeiro crescimento na área gastronômica. Nota-se um interesse constante das pessoas em aprender a apreciar suas bebidas prediletas e acompanha-las com seus pratos favoritos. Em Natal costumo frequentar alguns restaurantes que ainda não são muito conhecidos, como a Risoteria São Benedito; alguns mais conhecidos, como o Mariposa, que está com um buffet interessantíssimo de saladas variadas, e para quem gosta de comida oriental, o Temaki Lounge que inova nos pratos, juntamente com sua carta de cervejas diferenciadas. Para jantar, o Cascudo Bistrô na Praça das Flores, para quem gosta de um proposta mais descontraída; o Jobim, aos apreciadores de boa musica;  o Bigi para quem gosta de um bom cordeiro à moda italiana, e o último que estive visitando, o Lótus, com seus sushis, ambiente e serviço impecáveis.

FDS - Quais seus lugares favoritos na cidade ou em outras partes do Estado para passear?

Fabiana - Em Natal, gosto de correr pela manhã na orla de Ponta Negra, onde resido, quando sobra um tempinho ainda aproveito para surfar. Em finais de tarde, a Praia de Cotovelo, ou ver o belíssimo pôr do sol na Fortaleza dos Reis Magos. Já em outras partes do estado, alguns lugares me marcaram, como  São Miguel do Gostoso e suas belíssimas e charmosas pousadas; a região das serras como Martins e suas trilhas, a Casa de Pedra, Morro das Gameleiras e a Pedra da Boca, e a tradicional Pipa, com seus bistrôs e pequenas oficinas gastronômicas.

FDS - Indique alguns filmes bons para ver em casa, novidades ou clássicos, de sua preferência.

Fabiana - Filmes clássicos como “Bonequinha de Luxo”, e outros que ficaram na memória e que poderia vê-los várias vezes, como “Laranja Mecânica”, “Corra Lola Corra” e “Delicatessen”. O mais recente foi “Sem Limites”.

FDS -  Qual sua dica de leitura para o fim de semana?

Fabiana - “Bebida, Abstinência e Temperança na Idade Moderna e Contemporânea” e “A História do Mundo em Seis Copos”.

FDS - Do que você sente falta na programação de lazer da cidade?

Fabiana - Maior entrada de estreias na carteira de cinema semanal e também a abertura de espaços para filmes fora do circuito comercial.

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários

  • zfripp

    \" Abertura de espaços para filmes fora do circuito comercial\"???? Isso nunca vai acontecer nessa aldeia. Bem-vinda a Natal, linda.

  • vambertof59

    pretendo fazer um curso de sommelier, mas tenho receio quanto ao que devo praticar para distinguir as essências organolépticas de cada vinho?