Unidos pra fazer cinema

Publicação: 2018-04-26 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Isaac Ribeiro
Repórter

Um dos grupos criativos mais atuantes do Audiovisual Potiguar, o Coletivo Caboré coleciona prêmios e também está envolvido em ações de capacitação na área. E novos êxitos foram contabilizados na semana passada, durante a 11ª edição do festival Curta Taquary, em Pernambuco. Através de sua produtora, o coletivo também está promovendo uma série de cursos livres ao longo de seis meses.

Atualmente formado por 12 diretores de diferentes olhares, o coletivo audiovisual já coleciona vários prêmios e conta com uma produção bastante elaborada
Atualmente formado por 12 diretores de diferentes olhares, o coletivo audiovisual já coleciona vários prêmios e conta com uma produção bastante elaborada

Com relação ao Curta Taquary, realizado de 16 a 21, na cidade de Taquaritinga do Norte (PE), o Caboré Audiovisual recebeu os prêmios de Melhor Filme-Júri Popular, para  “Enquanto o sol se põe”, dirigido por Márcia Lohss, com roteiro de Michele Ferret; Melhor Ator, para Silvero Pereira, Melhor Direção de Arte, para Vitória Real, e ainda o Prêmio ABD-PE/APECI,  na Mostra Diversidade do festival, todos para o filme “No Fim de Tudo”, de Victor Ciríaco.

Outros filmes premiados do Caboré são “Sailor” (2014/direção: Victor Ciríaco), “Rastro da Flor” (2014/direção: André Santos), “Pregobol” (2015/direção: Hélio Ronyvon), “Do Mar” (2015/direção: André Santos) e a websérie “Septo” (2016/direção: André Santos, Hélio Ronyvon, Tereza Duarte, Victor Ciríaco e Vitória Real) — que está  concorrendo em festivais, nacionais e internacionais.

Segundo André Santos, quase todos os citados acima foram produzidos de forma independente. Mas  ainda há produções realizadas com recursos públicos do edital Cine Natal (Funcarte/Ancine), também premiadas, como “Janaína Colorida Feito o Céu” (2014/direção: Babi Baracho), “Três Vezes Maria” (2014/direção: Márcia Lohss), “Som do Morro” (2016/direção: Diana Coelho e Hélio Ronyvon) e “No Fim de Tudo” (2016/direção: Victor Ciríaco).

André conta que, no início, o principal canal de captação de recursos eram apenas os editais municipais, a exemplo do FIC (Fundo Municipal de Cultura) e do Cine Natal (Ancine/Funcarte). Posteriormente, o coletivo conseguiu aprovar projetos em outros editais nacionais, como do Canal Futura e da Ancine. Ainda aprovaram projetos no edital do SEBRAE-RN.

“Atualmente, estamos tentando captar nossa websérie 'Septo' através da Lei Câmara Cascudo e vamos tentar também pela Djalma Maranhão, mas sabemos que trabalhar com Leis de Incentivo é bem mais complicado porque muitas empresas locais ainda não têm a visão do potencial de alcance de obras cinematográficas”, comenta André Santos.

O coletivo Caboré Audiovisual foi formado em 2013 por pessoas unidas pelo amor ao cinema e pela vontade de fazer carreira nessa área em Natal. Atualmente, conta com 12 profissionais — André Santos, Babi Baracho, Débora Medeiros, Diana Coelho,  Helio Ronyvon, Johann Jean, Márcia Lohss, Pipa Dantas, Tereza Duarte, Victor Ciríaco, Priscilla Vilela e Vitória Real.

Cursos livres do Caboré
De maio até outubro, a produtora  Caboré Audiovisual ministra diversos cursos na área cinematográfica, na Fundação Parnamirim de Cultura/Cine Teatro, com acesso gratuito à formação e aperfeiçoamento de profissionais, estudantes e interessados em geral. Serão seis meses com os seguintes cursos: Linguagem cinematográfica, Roteiro e dramaturgia, Produção, Direção, Atuação, Som direto e Desenho de som, Direção de arte e Cinematografia (Direção de fotografia e Montagem).

As aulas serão nas segundas, quartas, sextas (19h às 21h) e sábados (10h às 12h), de acordo com o cronograma previsto adiante.

Interessados poderão se inscrever através de formulário online, onde também será solicitada uma carta de intenção. A ideia dos cursos é do Caboré, prontamente encampada pela Prefeitura de Parnamirim. Daí, 90% das vagas serem destinadas a moradores do município. Outras informações sobre os cursos, cronograma e inscrições pelo site


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários