Urnas eletrônicas serão auditadas

Publicação: 2018-09-14 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Presidente da Comissão de Auditoria das Urnas Eletrônicas, o juiz Ivanaldo Bezerra dos Santos se reuniu com representantes de cinco dos 35 partidos políticos que disputam as eleições gerais no Rio Grande do Norte, para apresentar o divulgar conjunto de práticas da auditagem das urnas de votação no primeiro turno do pleito eleitoral, em 7 de outubro.

Ivanaldo Bezerra apresenta o plano para a auditoria do TRE-RN
Ivanaldo Bezerra apresenta o plano para a auditoria do TRE-RN

O juiz Ivanaldo Bezerra disse que desde as eleições de 2002 ocorrem a chamada votação paralela, que serve para identificar a segurança das urnas eletrônicas, mas essa é a primeira vez que ocorre a auditoria em “tempo real”.

Bezerra afirmou que “o ambiente democrático sempre permite questionamentos”, mas esse procedimento novo de certificação no local, no dia da eleição, “efetivamente traz uma maior segurança para o eleitor”, além de afastar “questionamento mais das vezes vazios”, até porque resoluções que tratam dessa matéria, “possibilita, que a sociedade, legitimadas por entes como o Ministério Público e Polícia Federal, por exemplo, possa questionar e acompanhar o funcionamento desse sistema”.

Segundo Bezerra, o sistema eletrônico de votação é muito seguro: “Faço eleição através desde sistema desde 1996 e o sistema é testado e aprovado, o eleitor pode ficar completamente seguro de que ele é, praticamente, imune à fraude”.

O procurador federal Victor Mariz acompanhou a apresentação de como será feita a auditoria das urnas eletrônicas e explicou que, como no Rio Grande do Norte existem menos de 15 mil seções eleitorais, só serão sorteadas seis urnas para a realização de auditoria no dia das eleições, conforme determina resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

“O trabalho da Comissão tem como função mais importante, dar  legitimidade e transparência a todo esse processo envolvendo urnas eletrônicas, que nos últimos anos a gente sempre houve questionamentos a respeito delas”.







continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários