UTIs de hospitais públicos e privados para Covid estão lotadas no RN

Publicação: 2020-06-02 00:00:00
A+ A-
Mariana Ceci
Repórter

O Rio Grande do Norte se aproxima do “limite” da capacidade de abertura de novos leitos para Covid-19. A informação foi dada pelo secretário adjunto da Secretaria do Estado de Saúde Pública (Sesap), Petrônio Spinelli, durante coletiva de imprensa na manhã desta segunda-feira, 1º de junho. Desde o começo da pandemia, 156 leitos críticos, quase o triplo da quantidade inicial que havia sido planejada pelo Governo do Estado, já foram abertos para tratar os pacientes com a doença.

Créditos: Adriano AbreuNo Hospital de Campanha da LIGA, contratado pelo Governo do Estado, todos os leitos estão ocupadosNo Hospital de Campanha da LIGA, contratado pelo Governo do Estado, todos os leitos estão ocupados


Novos leitos devem ser abertos em Mossoró, Macaíba e Natal, entretanto, as autoridades temem que, com o número crescente de pacientes necessitados de leitos críticos, a abertura não seja suficiente. Até esta segunda-feira, o Rio Grande do Norte possuía 584 pessoas internadas, 284 delas ocupando leitos críticos nas redes pública e privada. 

“A capacidade de abrir leitos nos hospitais do Estado está chegando a um ponto de limitação.  Entre os municípios, eles vão precisar ter as suas UPAs e áreas de estabilização funcionando plenamente", disse Petrônio Spinelli. De acordo com ele, o Estado tem planos de abrir, ainda esta semana, 10 leitos no Hospital São Luiz, em Mossoró, e outros 10 leitos no Hospital João Machado, em Natal. 

“A abertura de leitos de UTI é uma luta incessante, progressiva e difícil. Envolve insumos, respiradores, estrutura física e pessoal qualificado, que está se tornando cada vez mais difícil. Existem empresas, Prefeituras, setores privados, todos buscando contratar profissionais”, disse o secretário adjunto. Além disso, o Hospital da Polícia de Mossoró deverá ser aberto para servir de retaguarda, atendendo casos que não sejam de Covid-19 na média complexidade.  

Em Natal, a taxa de ocupação hospitalar da rede estadual atingiu 98% no início da noite desta segunda-feira. Em Mossoró, no Oeste, a rede está 100% ocupada. Em Pau dos Ferros, no Alto Oeste, 100% de ocupação. Ao longo desta semana, Sesap/RN pretende expandir para 10 o número de leitos e UTI no Hospital Regional Dr. Cleodon Carlos de Andrade, em Pau dos Ferros. No Seridó, que passou por uma ampliação de leitos na semana anterior, está com 54,5% de ocupação. 

Hospitais privados
Nos hospitais privados da capital, a situação não é tão diferente. O Hospital do Coração, em Lagoa Nova, que possui 14 leitos de UTI específicos para a Covid-19, está com 90% de seus leitos ocupados. A unidade hospitalar pretende expandir, ao longo desta semana, a quantidade desse tipo de leito para 20. O Hospital Rio Grande, em Tirol, dispõe de 20 leitos para os pacientes com a doença provocada pelo novo coronavírus. Todos estão ocupados.

De acordo com a assessoria de imprensa do Hospital Rio Grande, os gestores da unidade hospitalar estão trabalhando com a possibilidade de expansão do número de leitos. Há um trabalho específico no Pronto Socorro, para garantir que os pacientes que não estão infectados com a Covid-19 possam continuar a ser atendidos sem prejuízos ou riscos de contaminação.

A Unimed Natal informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que o Hospital da Unimed, também em Lagoa Nova, está trabalhando “próximo do limite da capacidade instalada no momento”, e já está colocando em prática o plano de contingência para abertura de novos leitos, o que deve ser feito ainda esta semana. 

A empresa ressaltou, ainda, as dificuldades envolvidas na abertura de novos leitos, principalmente no que diz respeito à operacionalização de recursos humanos. “A Cooperativa reforça que, diante da dificuldade para abertura de novos leitos de terapia intensiva, é fundamental a manutenção do isolamento social, do uso das máscaras e da higenização adequada das mãos e objetos para evitar contaminação pelo novo Coronavírus,” ressaltou a Unimed Natal em nota enviada à TRIBUNA DO NORTE.

Veja abaixo um panorama dos leitos de Covid-19 no RN

Oeste - Mossoró
Hospital Reg. Dr. Tarcísio de Vasconcelos Maia
20 leitos de UTI
100% de ocupação

Hospital São Luiz Ltda.
20 leitos de UTI
100% de ocupação

Alto Oeste – Pau dos Ferros
Hospital Reg. Dr. Cleodon Carlos de Andrade
6 leitos de UTI
100% de ocupação

Seridó – Caicó
Hospital Reg. Telecila Freitas Fontes
12 leitos de UTI ocupados
10 leitos de UTI disponíveis
54,55% de ocupação

Metropolitana - Natal
Hospital Dr. Luiz Antônio
18 leitos de UTI ocupados
1 leito de UTI bloqueado
100% de ocupação

Hospital Central Cel. Pedro Germano
12 leitos de UTI ocupados
9 leitos de UCI ocupados
2 leitos de UCI disponíveis
4 leitos bloqueados
90,48% de ocupação

Hospital Municipal de Natal
9 leitos de UTI ocupados
22 leitos de UCI ocupados
7 leitos bloqueados
100% de ocupação

Hospital Rio Grande
6 leitos de UTI ocupados
3 leitos bloqueados
100% de ocupação

Hospital de Campanha SMS Natal
4 leitos de UTI ocupados
3 leitos de UCI ocupados
1 leitos bloqueado
100% de ocupação

Hospital Giselda Trigueiro
31 leitos de UCI ocupados
2 leitos de UCI ocupados
2 leitos bloqueados
93,94% de ocupação



Fontte: Regula – RN / Sesap/RN







Deixe seu comentário!

Comentários