Vídeos com ameaças a coordenador da Lei Seca serão apurados; PM se diz tranquilo

Publicação: 2014-12-26 09:19:00 | Comentários: 6
A+ A-
As frequentes fiscalizações da Operação Lei Seca em Natal seguem dando o que falar. Desta vez, dois vídeos com ameaças ao tenente da Polícia Militar Styvenson Valentim tornaram-se 'virais' nas redes sociais. Em ambos os casos, as pessoas mostram os rostos e dizem que passarão pelas fiscalizações mesmo após ingerir bebidas alcoólicas e que estão dispostas a atropelar e matar o tenente Styvenson. O PM disse que a ameaça foi diferente e que a situação será apurada. (Veja vídeos no fim da matéria).
ReproduçãoDois vídeos com ameaças ao tenente Styvenson Valentim tornaram-se virais nas redes sociaisDois vídeos com ameaças ao tenente Styvenson Valentim tornaram-se virais nas redes sociais

Em um dos vídeos, o homem, que aparenta ter entre 30 e 35 anos, aparece com uma garrafa de cerveja e afirmando que está na praia de Búzios, no litoral sul do estado. Xingando o PM, ele diz que matará o tenente Styvenson se o policial estiver no posto de fiscalização de Pium no momento da volta.

"Eu quero dar cinco tiros na cara daquele vagabundo. Tenente Styvenson, comigo você pega em m..., seu filho de r...", disse o homem que aparece no vídeo.

No outro vídeo que também se tornou viral, dois homens aparecem conversando enquanto o motorista diz que vai dar um soco no policial militar. "Vamos ver se ele prende nós. Vamos passar o carro por cima da perna dele. Homem é nós", disse, afirmando ainda que estava armado.

Após ver os vídeos, tenente Styvenson afirmou que é acostumado a receber ameaças através de telefonemas e mensagens, mas que foi a primeira vez que viu pessoas mostrando o rosto e fazendo esse tipo de insultos a um policial militar. "Essa ameaça foi diferente. Eles mexeram não só comigo, mas com a instituição também", disse o PM.

O policial criticou a forma como declarações irresponsáveis são propagadas pela população, principalmente devido aos recentes casos de violência contra policiais. Segundo ele, os vídeos não se justificariam nem no caso de "deficiência mental" por parte dos homens que aparecem nas imagens.

"Se foi brincadeira, foi de muito mau gosto. Se foi sério, pior ainda. Eu não sou sozinho na polícia. Comigo é tranquilo, mas tenho certeza de que eles não teriam coragem de falar isso ao encontrar comigo em uma fiscalização. Minha vida segue normalmente", disse o policial.

Apesar do conteúdo das imagens, o PM disse que vai avaliar o que fazer e se prestará queixa contra as pessoas que aparecem nos vídeos. Porém, garantiu que nada mudou em sua vida, a não ser a forma como serão as fiscalizações da Lei Seca mais adiante.

"Odeio ameaças, assim como todo mundo. Pode ser que eu vá à delegacia prestar queixa. Não sei ainda. Mas para esse tipo de pessoa, o que era uma fiscalização intensa, passa a ser extrema. Só tenho medo de Deus. Do resto abaixo, não tenho medo de nada", garantiu.




continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários

  • macartsbr

    Apoio, Aprovo e gostaria que em cada esquina tivesse um ponto de verificação da Lei Seca, para minha segurança para a segurança de minha família e toda sociedade. Que os que insistem em digirir após ingerir bebida alcoólica todo rigor da lei e da ordem. Parabéns Ten Styvenson.

  • emersonggurgel

    Chocado!!! Os poderes constituídos: Forças Armadas, Policias e demais poderes tem que serem respeitados. Espera-se que sejam identificados e punidos na forma da lei esses elementos.

  • JXLF63

    É ISSO AI TENENTE, BOTA MORAL MESMO. ACHO QUE JÁ TINHA MESMO PASSADO DA HORA DAS AUTORIDADES COLOCAREM MORAL NESSE ASSUNTO DE ÁLCOOL COM DIREÇÃO NÃO COMBINA. AQUELES QUE GOSTAM DE BEBER BEBIDAS ALCOÓLICAS, TEM QUER TER A CONSCIÊNCIA QUE PODE TIRAR A SUA VIDA OU ATE MESMO DE ALGUNS INOCENTE. VAMOS SER MAIS CONSCIENTE E RESPEITAR O TRABALHO DAQUELES QUE ESTÃO SENDO PAGOS PARA SALVAREM VIDAS. BELEZA DE TRABALHO E ATITUDE TENENTE. DEUS TE PROTEJA E A TODOS OS QUE LUTAM POR MELHORES DIAS.

  • marcosarauju

    A existência e propagação destes vídeos só comprova o quão refratário o brasileiro é para o cumprimento das leis, que nada mais são, do que as regras estabelecidas pelos parlamentares que nós elegemos. Se alguém, por hipótese, acha que é errado prender um embriagado que coloca em risco a vida de dezenas de pessoas, não deve, então, reclamar do tenente, que está apenas cumprindo os seus deveres funcionais, mas reclamar com o seu deputado/senador. Mas, não, é melhor se insurgir contra a mera fiscalização para o cumprimento da lei. Nem lembram mais em quem votaram em outubro de 2014. É dessas pessoas que tenho medo. Pra mim, estes são os verdadeiros perigos para a sociedade. E o que vou escrever agora pode parecer exagero, mas, estes dois, então, que protagonizaram estes vídeos, representam um perigo elevadíssimo para a convivência social. Deveríamos ser presos, pois já demonstraram ser um risco à população. Outra coisa: Longe, todo mundo é "macho", mas na hora do "vamu vê", ficam todos "pianinho". O mínimo que deveria acontecer era uma nota oficial da PM do Rio Grande do Norte demonstrando total repúdio a estes vídeos e, por outro lado, total apoio as ações policiais que concorrem para o cumprimento da lei seca, afinal de contas, quantas pessoas já não deixaram de dirigir depois de embriagadas por causa das fiscalizações? Quantas pessoas deixaram de morrer por causa de atuação da polícia.

  • erivan.oliver

    Nesta década houve transformações ao extremo no fator comportamental de pessoas. O que poderíamos deduzir em momento?. Os valores humanos se modificaram? porquê? e porque tudo isso? A relação convivência e o bem estar com o próximo não mais existe?, porquê imensas violências?, são tantas interrogações e imensos porquês, talvez a humanidade tenha esquecido seus próprios valores, e, se centralizam em valores que são medidos pelo materilômetro, ou seja, a valorização de determinadas pessoas em relação á outra, que se medem pelo que se tem em valores materiais. Peculiarmente reprovo estes comportamentos, quantas pessoas que não tem bens materiais, mais tem uma beleza interior valiosa, porque, conseguem transmitir coisas boas ao próximo, transmitem segurança e até pode elevar a auto-estima de alguém que por ventura a tenha dado por perdida. Bem, o assunto é extenso, mais o que quero transmitir é que, pessoas que estão desafiando a autoridades, acredito até por impulso de uma determinada conversa em uma roda de pessoas que tenham históricos de terem sido parados por uma blitzer da Lei Seca. Outras porque são realmente irresponsáveis e os demais porque ainda não se conscientizaram. Mais quero relatar que há muitos anos irresponsávelmente depois de ter passado toda á noite em farra, fui dirigir e neste percurso estava a ladeira de tabatinga. Ao início do aclive cochilei, o pneu bateu no meio-fio, espertei, consegui dominar o carro, mais até esta data nunca mais bebi para dirigir, e muito menos dirijo para beber. Conclusão. Desde o ano de 1992 que se quero beber, faço somente em casa e principalmente há noite quando as minhas obrigações me permitem.

  • dilmavilar

    Tenente o senhor está corretíssimo, bota pra moer nesses bebuns idiotas que não obedecem a Lei e saem por aí fazendo vitimas no trânsito, a população te apoia, siga firme, porque lugar de bandido e na cadeia.