Vírus: Bem comum, mobilidade, isolamento

Publicação: 2020-04-05 00:00:00
A+ A-
 Por Luiz Carlos Secco

O desafio é achatar, quase que simultaneamente, as curvas de contágio e óbitos e a da recessão econômica que o "coronavírus"  vem provocando em nosso País. A saúde, o bem-estar e a segurança das pessoas, são a prioridade e estamos, a bem da verdade, socialmente isolados.

Finalmente, qual é a dose correta desse remédio? E quantos serão os óbitos? 
Uma realidade é incontestável, o número de vidas "ceifadas" e os estragos feitos na economia, uma vez que a maioria da força de trabalho não pode exercer suas atividades profissionais de casa.

Qual a dimensão dos efeitos para a sociedade dessa paralisação e isolamento social e qual o tempo necessário para a recuperação?
O isolamento social é uma condição temporária, mas os estragos na economia e na vida de cada brasileiro podem ser definitivos. 
É preciso ter presente que, saúde e economia não estão dissociadas, caminham juntas e são vitais para a população do nosso País.

Lançamento
A FIAT informa que adiou o lançamento da nova pick-up STRADA, uma das principais novidades do mercado este ano.  A chegada do carro estava prevista para este mês, mas o Coronavírus alterou os planos. A pick-up deve ser lançada ainda este ano. A Fiat não tem uma data, espera que seja em junho ou julho, declarou a empresa em entrevista por videoconferência à imprensa especializada brasileira.

Coronavírus
Dia 31 de março, o grupo FCA  anunciou diversas medidas para ajudar no combate ao Coronavírus, inclusive a construção de dois hospitais de campanha. As unidades fabris de Betim (MG) e a de Goiana (PE), estão "paradas" e devem ficar assim pelo menos até o dia 21 do mês em curso. A crise que se instalou no Brasil em consequência desse "Vírus" é brutal, impactante.

Executivo
O português Carlos Gomes, atual diretor da PSA na China, deixará a empresa após 10 anos para dedicar-se a projetos pessoais. Grégoire Olivier assumiu o cargo no dia 1º deste mês. Carlos Gomes se formou em Lisboa e começou sua carreira automotiva na Citroën Portugal em 1988. Em 1998, passou a fazer parte do Grupo Fiat.

Garantia
A Mercedes-Benz está aplicando, com eficiência e rapidez, as medidas de prevenção contra o Coronavírus em todas as suas unidades de negócio, visando a proteção dos seus funcionários, clientes e parceiros diante do atual cenário. Levando em consideração esse contexto e prezando pelo bem-estar e saúde de todos, a marca anuncia a prorrogação do prazo de garantia dos automóveis por três meses.

Recall
A VW vai fazer, em novembro, um recall de 8.548 unidades de Fox, CrossFox, SpaceFox, Gol, Voyage, Polo e Polo Sedã ano/modelo 2006 a 2010 por causa dos "airbags mortais". Assim ficaram conhecidos os equipamentos defeituosos da fornecedora Takata que, ao abrirem, atiram estilhaços contra ocupantes. Eles equiparam carros de várias marcas no mundo todo.

Maquiagem
A Toyota deverá fazer uma "maquiagem" em sua pick-up Hilux produzida na Argentina. O lançamento deverá acontecer no próximo ano, se o Corona vírus deixar.  Mudarão: grade, faróis, lanternas, potência do motor, além do sistema multimídia. Assim como no Brasil, a Hilux é líder no segmento de pick-ups naquele País vizinho.

Vendas
Saiba quais foram os 10 carros novos mais vendidos no Brasil em março, apesar da crise.
1 .  Onix:                                          12.007
2 . Ford Ka:                                      7.103
3 . Hyundai HB20:                      7.042
4 . Onix Plus:                                6.670
5 . Fiat Argo:                                    6.071
6 . VW GOL:                                     5.681
7 . Fiat Strada:                           4.799
8 . Jeep Renegade:                  4.492
9 . VW T-Cross:                             4.417
10 .Renault Kwid:                       4.109 

Volvo Cars
Apesar da crise, a Volvo Car Brasil fechou o 1o- trimestre ocupando a liderança do segmento de carros elétricos premium e o primeiro lugar entre os SUVs Premium. No total, a marca vendeu 1.672 unidades, fechando o trimestre com 15,4% de participação no segmento Premium. O destaque foi o XC60, com 654 unidades, líder no seu segmento de atuação de SUV médios.

Importados
Em março, foram licenciados no Brasil 2.090 carros importados, uma queda de 21,7% em relação a fevereiro (2.668 unidades). Em março de 2019, foram vendidas 2.524 unidades, a retração foi de 17,2%. Com esses resultados, o primeiro trimestre do ano fechou com queda de 4,4%: 7.165 unidades contra 7.496 emplacamentos de veículos importados. Preocupante!





Deixe seu comentário!

Comentários