Vacinação em massa é feita em drive thru

Publicação: 2020-03-25 00:00:00
A+ A-
A instalação de um posto de vacinação drive-thru na Arena das Dunas deixou o trânsito congestionado no entorno do estádio, em Lagoa Nova. A campanha de vacinação contra a Influenza começou nesta segunda-feira (23) em todo o país e as vacinas começaram a ser aplicadas às 13h desta terça-feira (24) na Arena das Dunas. A partir desta quarta-feira, o drive thru do Arena das Dunas passa a funcionar de segunda a sexta, das 8h às 16h, mas apenas para atendimento a idosos. 

Créditos: Adriano AbreuIdosos não precisam sair do carro para receber vacinaIdosos não precisam sair do carro para receber vacina

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), nos dois primeiros dias da campanha foram imunizados cerca de 50 mil idosos na capital. 

Para acessar os postos instalados no estacionamento interno da Arena das Dunas, as pessoas têm que ir  pela Via Projetada, nas proximidades do Portão P5, subindo em direção ao Portão P1. A Via Projetada foi fechada a partir das 12h30 nas proximidades do Portão P1. Um agente da STTU está no local orientando e fazendo o bloqueio da via para que apenas o público da vacinação tenha acesso.

Além do drive-thru na Arena das Dunas, também funcionam, a partir desta terça, a vacinação na Praça Augusto Leite (zona Leste), ginásio Nélio Dias (zona Norte), Cruz Vermelha (zona Sul, Ponta Negra) e Via Direta (exclusivo para idosos beneficiários da Unimed, zona Sul).

Confira as regras para ter acesso à vacinação no local:
O drive é exclusivo para vacinação de idosos (pessoas acima de 60 anos);

Em mãos: RG é obrigatório, levar cartão do SUS e/ou carteira de vacinação;
O serviço é exclusivo de drive, lá não haverá vacinação de pedestre que deverão buscar os postos próximos: Candelária, Mirassol e praça augusto leite são os mais próximos;

Poderão ser vacinados: até dois idosos em carros duas portas ou até quatro idosos em veículos quatro portas;

A altura máxima do carro é de 2,00 m.

Datas da Campanha de Vacinação 
23/03 a 15/04 – Idosos acima de 60 anos e profissionais da saúde;

16/04 a 08/05 – Professores, profissionais das forças de segurança e salvamento, além de doentes crônicos;

09/05 a 22/05 – Crianças de 6 meses a menores de 6 anos, grávidas, mães no pós-parto até 45 dias, pessoas de 55 a 59 anos sem doenças crônicas, população indígena em geral.

O Dia "D" SERÁ 09 de maio. A expectativa é alcançar mais de 250mil pessoas na capital.






Deixe seu comentário!

Comentários