Veículos apreendidos lotam pátio do Detran

Publicação: 2019-07-23 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
O Comando de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE) aumentou o número de veículos apreendidos e removidos para os pátios do Detran no Rio Grande do Norte. O comandante do CPRE, coronel Silva Júnior, vai intensificar as operações para apreensão de veículos que trafegam em desacordo com a legislação no Estado.

Comando de Polícia Rodoviária afirma que maior número de carros apreendidos se deve às fiscalizações que foram intensificadas, principalmente no interior
Comando de Polícia Rodoviária afirma que maior número de carros apreendidos se deve às fiscalizações que foram intensificadas, principalmente no interior

De acordo com o CPRE, a corporação removeu aos pátios do Detran 3.320 veículos em 2017 e  3.486 em 2018, um aumento de 5%. Neste primeiros seis meses de 2019 a polícia rodoviária estadual já removeu para o Detran 2.932 veículos.

Tudo leva a crer, diante da efetividade das operações, que o envio de veículos para os pátios do Detran RN vão dobrar, prevê o comandante. “Em dois domingos em que foram feitas operações em Natal colocamos para dentro do pátio (do Detran) quase 200 veículos (com irregularidades)”. Por outro lado, segundo o comandante do CPRE, Silva Júnior, em 2017 foram lavrados 18.209 autos de infração sobre veículos de todos os tipos no Estado contra 17.285 em 2018. Uma queda de 924 (-5%) nos autos de infração.

A redução dos autos de infração, analisa o comandante, é um reflexo da atuação da CPRE e que incide diretamente na queda do número de acidentes que de 5.160 em 2017 baixou para 4.452 em 2018, uma queda de 13,7%.

De janeiro a junho deste ano foram feitas 14.115 autuações por infração de veículos e 1.980 acidentes. Se dobrar até o final do ano, o número de acidentes chega a 3.800, bem abaixo do total dos dois anos anteriores, diz satisfeito o coronel.

“O cidadão que tem seu veículo, de quatro ou duas rodas em desacordo com a legislação de trânsito em todo o Rio Grande do Norte, é bom se organizar, legalizar, porque não vai ter sossego. Onde o CPRE chegar vai ter operação”, adverte o comandante a quem está com documentação irregular, com veículos em condições inadequadas de uso e infringir as normas do Código de Trânsito Brasileiro.

Os números são explicados pelo comandante com relação direta à efetividade das ações do CPRE nas áreas urbana e rodoviária. Segundo ele, a sociedade precisa desse tipo de ação, apesar da redução do quadro policial.

Silva Júnior contabiliza que o CPRE realiza cerca de 20 operações mensais, no mínimo. “Aumentamos drasticamente o número de operações”. Nos seis primeiros meses deste ano foram revistadas 21.756 pessoas nessas operações. “Quando você revista a pessoa está procurando ver se ela está armada”, descreve. Segundo ele, este tipo de ação é um serviço da Polícia Militar mas que sua corporação realiza em sua rotina, como também, a apreensão de drogas.

Veículos apreendidos e removidos aos pátios do DETRAN
2017    -  3.320

2018  -   3.486

Seis primeiros meses de 2019 2.932

Autos de apreensão
2017  -   18.209

2018   -   17.285

Total de acidentes com motocicletas
1º quadrimestre

2017  -   923

2018  -   829

2019 -    757

Pessoas feridas
2018  -    800

2019  -   665 

Autos por infração
2017  -   3.847

2018  -   3577

2019  -   5.621

Alcoolemia
Processos administrativos

2017  -   24 pessoas

2018  -   21 pessoas

2019  -   06 pessoas

Apreensão por atraso de documentação
2017 - 700

2018 -  851

2019 1.691 (dobro do ano passado)

Dirigir sem capacete
2017 - 778

2018   - 772

2019 - 1.120

Estrutura da CPRE no RN
Natal  (sede)

1º Distrito na Zona Norte

1º Grupamento em São Gonçalo do Amarante

2º  Nísia Floresta

2º Distrito  em Mossoró

Núcleo em Açu

o 3º distrito em Caicó

1º Grupamento (3º distrito) em Currais Novos

4º distrito em Pau dos Ferros

5º distrito em Nova Cruz

1 Grupamento em Goianinha 

1 Grupamento em Canguaretama



Fonte: Comando de Polícia Rodoviária Estadual





continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários