Verão de todas as artes

Publicação: 2018-12-07 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Ramon Ribeiro
Repórter

O verão é aquela época onde o combo sol e mar faz todo o sentido em Natal. Mas cada vez mais o período tem ganhado ares culturais na cidade com a realização de  bons projetos que privilegiam diferentes linguagens. No início de 2019, pelo menos três festivais prometem uma programação atrativa e ao ar livre, aproveitando o clima e as cores da estação. É o caso do Festival Pôr do Som (& Dosol), durante todo o mês de janeiro, em Pirangi; o Cine Verão, no final de janeiro, na orla de Ponta Negra; e o Burburinho Festival de Artes, em fevereiro, no Bosque das Mangueiras (Lagoa Nova).

Chico César apresentará canções do álbum Estado de Poesia
Chico César apresentará canções do álbum Estado de Poesia

O Festival Pôr do Som (& Dosol) era um desejo antigo dos produtores do Dosol de aproveitar melhor o verão com uma programação musical alternativa e antenada com o que há de novo sendo produzido no Brasil. Esta é a primeira edição do evento, que acontece distribuído em três domingos de janeiro (6, 13 e 27), na Arena Ecomax, na Praia de Pirangi, sempre a partir das 16h. As atrações já estão confirmadas. Há Chico César, Letrux, Attooxxa, Academia da Berlinda, Dusouto, Luísa e Os Alquimistas, Orquestra Greiosa, Potyguara Bardo e muitos outros artistas.

Segundo o produtor Anderson Foca, sócio do Dosol ao lado de Ana Morena, o Festival Pôr do Som é como uma esticada na programação no Festival Dosol – que aconteceu no final de novembro – até o verão. “Alguns dos artistas chegamos a cogitar fazer no Festival Dosol. Academia da Berlinda não veio porque estava sem agenda no dia. O Attooxxa estava entre a gente e o MADA, acabou indo para o MADA, mas já deixamos marcado um show no verão. O Chico César também cogitamos para o Dosol. Ele tem muito a ver com o Nordeste, a MPB, o público jovem. O disco novo, “Estado de Poesia”, é maravilhoso. A Letrux fez um dos shows mais fodas do Dosol e por isso estamos trazendo de volta”, comenta Foca. “[A programação do Pôr do Som] oferece uma coisa festiva mas também aponta para algo artística”.

Foca acredita que a realização do festival em Pirangi tem tudo pra dar certo. “Pirangi tem um fluxo de pessoas ao redor: Pium, Búzios, Tabatinga, é próxima de Natal. A Arena Ecomax é um lugar muito bem estruturado e combina com a música que a gente acredita”, diz o produtor. Ele informa que a programação vai das 16h às 22h30, respeitando a Lei do Silêncio e permitindo que quem mora em Natal tenha transporte para voltar pra casa. Não está garantido, mas ainda existe a possibilidade de o festival disponibilizar um transfer do evento até o Praia Shopping depois do show para facilitar a ida do público para casa. O festival Pôr do Som tem o patrocínio da Cabo Telecom através da Lei Câmara Cascudo e Governo do RN.

Cinema  do deck de Ponta Negra
Depois de uma primeira edição bem aceita em 2018, o projeto “Cine Verão – Festival de Cinema da Cidade do Sol” vai para a 2ª edição em 2019 mantendo o formato com exibição de  curtas, sessões especiais, debates, encontro com diretores, apresentações musicais, tudo isso aliado à atmosfera praiana da orla de Ponta Negra, onde a estrutura do evento estará montada. O festival vai acontecer nos dias 30 e 31 de janeiro, com entrada gratuita.

Depois de passagem pelo MADA, Attooxxa retorna para o verão
Depois de passagem pelo MADA, Attooxxa retorna para o verão

De acordo com a idealizadora do evento, a produtora cultural Nathalia Santana, da Pinote Produções, uma novidade na edição de 2019 diz respeito à Mostra Competitiva de Curtas Potiguares, que além do júri popular passará a contar com um júri especializado para premiar os melhores filmes em até dez categorias. Os interessados em inscrever seus curtas têm até o dia 16 de dezembro. O formulário está disponibilizado no site.

“Vai ser um evento na praia. Tem debates, filmes. Toda programação é gratuita, pipoca gratuita. Público transeunte de outros estados e de outros países. Gente que vê a tenda montada durante o dia e volta à noite para as exibições. A ideia é pautar o turismo cultural na praia”, comenta Nathalia, que está realizando o Cine Verão 2019 com o patrocínio do Hospital do Coração por meio do Programa Djalma Maranhão da Prefeitura do Natal.

Arte sob às mangueiras
Também realização da Pinote Produções, o Burburinho Festival de Artes chega a sua 3ª edição em 2019 mantendo o foco na integração de diversos segmentos artísticos, como dança, teatro, cinema, literatura, artes visuais e música. O evento está confirmado para os dias 22, 23 e 34 de fevereiro, novamente no Bosque das Mangueiras, sempre a partir das 14h, com programação de classificação livre e acesso gratuito.

As atrações ainda serão anunciada. A grade da programação está sendo montada em cima das propostas artísticas inscritas na chamada pública. Segundo a produtora Nathalia Santana, o mecanismo de seleção dos artistas por edital é o que permite construir uma programação atrativa.

“É um processo democrático e diverso. A gente se depara com novidades fora do nosso consumo. O Burburinho é um festival de arte integrada e com público diverso. Temos praça de alimentação e feira criativa, apresentações de teatro e dança, exibição de filmes, música, sarau de poesia, atividades recreativas com área para jogos de tabuleiro, pião. Precisamos oferecer uma programação de classificação livre. Vamos manter esse formato”, comenta a produtora. O Burburinho conta com o patrocínio da Unimed Natal, por meio do Programa Djalma Maranhão da Prefeitura do Natal.



continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários