Vinhos e paisagens de cinema

Publicação: 2018-11-09 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
A Cantina Caparzo, situa-se no Borgo Scopeto, strada provinciale del Brunello, na localidade Caparzo, em Montalcino, Siena, Toscana, e tão bela é a paisagem do local, que seus vinhedos foram retratados no filme “Cartas para Julieta” do diretor americano Gary Winick. Seus vinhos, igualmente impressionantes, são resultado de constantes experimentos e inovações de cultivo, e em particular de clones plantados nos terroir mais apropriados da Toscana, numa busca incessante pela qualidade. São 200 hectares, dos quais 90, em solo argila-arenoso, galestro e de arenito, são dedicados às vinhas, 4 às oliveiras, 87 aos bosques, e 19 são terras agriculturáveis.

A paisagem da Toscana, incluíndo a Caparzo, foi cenário para o filme Cartas para Julieta
A paisagem da Toscana, incluíndo a Caparzo, foi cenário para o filme Cartas para Julieta

A produção preserva aspectos da tradição sem descuidar da modernidade. Os vinhos mesclam um perfil ao mesmo tempo, cativante, criativo e clássico, ganhando presença nalguns dos melhores restaurantes do mundo. A cantina dispõe de alta tecnologia, e na adega os vinhos maturam em barricas de carvalho esloveno de 50/80 hectolitros, francês (Allier) de 30 hectolitros, e de tonneaux com 500-700 litros, para uma produção anual de 1.600 hectolitros. A Caparzo ainda conta com um charmoso hotel (agriturismo) “Podere La Casa” de apenas 3 apartamentos em Val d’Orcia, com típica arquitetura toscana e jardim de 3.000 m², em meio aos vinhedos, com terraço panorâmico e piscina a apenas 4 km de distância de Montalcino.  Estive nesse cenário de tirar o fôlego no dia 19 de setembro último, pela manhã, quando fui recebido por Lorenzo Barzanti (Export Manager) da Cantina, que depois de uma detalhada visita às instalações, serviu-nos seus melhores caldos na seguinte sequência: 1º vinho Le Grance IGT 2015, um branco 100% Chardonnay parcialmente maturado em madeira, e cujo nome faz menção as edificações fortificadas, usadas em Siena durante a idade média; 2º Caparzo Rosso di Montalcino 2016, um vinho equilibrado e ao mesmo tempo impulsivo; 3º La Caduta Rosso di Montalcino 2015, este vinho recebe o nome de um vinhedo localizado ao Sul de Montalcino, e corresponde ao “Cru” Rosso da casa; 4º Caparzo Brunello di Montalcino 2013, com primeira safra em 1970, este Brunello, ainda jovem, revela-se ao mesmo tempo potente e polido; 5º La Casa Brunello di Montalcino 2013, um Brunello Single Vineyard, homônimo do vinhedo de onde saem suas uvas; 6º Caparzo Riserva Brunello di Montalcino 2012, aqui temos o grande Riserva da Caparzo, com uma estrutura incrível, sem dispensar a elegância de um grande vinho. Um clássico moderno; 7º Caparzo Cà del Pazzo 2014, o Supertoscano da casa, elaborado com Sangiovese e Cabernet Sauvignon, cujo nome, segundo mapa antigo, faz menção à localidade hoje conhecida como Caparzo.

Vinhos degustados pela confraria na visita a Cantina Carpazo
Vinhos degustados pela confraria na visita a Cantina Carpazo

Incrivelmente potente, complexo e sedoso ao mesmo tempo; 8º Moscadello di Montalcino 2009 (Vendimia Tardiva), um delicioso branco doce, de colheita tardia, perfeito para sobremesas, elaborado com a variedade branca local Moscadello, com acidez e doçura na medida certas; 9º Borgo Scopeto Vin Santo Del Chianti Clássico 2009, blend de Malvasia e Trebbiano, desidratadas pela técnica do Appassimento, e longamente maturadas em caratelli (pequenas barricas de carvalho de 50 litros), por vários anos tornando-se espesso e denso em textura, com aromas figo seco, especiarias doces e sabor caramelizado, frutado e especiado. Toda nossa prova foi acompanhada de antepastos locais: presuntos, pães e queijos, em especial o Pecorino, o mais famoso da Toscana, tudo isso na agradável companhia das baquianas e do, agora amigo, Lorenzo.    

Vinho Caparzo Para Tomar de Joelhos
Difícil falar apenas um, mas a objetividade pede passagem. Caparzo Brunello di Montalcino Riserva 2012. Com 6 anos apenas, dava-nos uma grande ideia do seu incrível potencial. Um vinho de meditação, ideal para quem valoriza potência e sofisticação dos grandes vinhos. Os vinhos da Cantina Caparzo chegam ao Brasil através da Importadora Barrinhas: www.barrinhas.com.br




continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários