Cookie Consent
Natal
Vítima de sequestro é socorrida em helicóptero
Publicado: 00:00:00 - 26/07/2012 Atualizado: 22:19:59 - 25/07/2012
Vítima de um sequestro relâmpado em Parnamirim, Tatiana de Souza Andrade foi abandonada pelos criminosos, depois de sofrer um tiro na panturrilha (“batata”) da perna esquerda, num canavial próximo à comunidade de Mendes, entre os municípios de Monte Alegre e São José de Mipibu, na Região Metropolitana de Natal (RMN).
Helicóptero da Polícia Militar voltou a voar após contrato emergencial de seguro no valor de R$ 106 mil
Tatiana Andrade foi socorrida pelo helicóptero Potiguar I do governo estadual, utilizado pela primeira vez como UTI aérea, depois que a governadora Rosalba Ciarlini emitiu, no dia 4 de julho,  decreto declarando calamidade na área da saúde pública do Rio Grande do Norte.

O comandante da aeronave, o agente de Polícia Civil Hildebrando Alves de Lima Júnior, informou que o helicóptero alçou voo depois de atender um  chamado do Centro de Integrado de Operações da Segurança Pública, porque o local onde a vítima foi abandonada é  de difícil acesso.

Segundo o comandante Lima Júnior, o sobrevoo da área “era necessário para a localização” da vítima, que se encontrava no meio do canavial. No entanto, segundo informações da Polícia Militar, que vasculhou a área na tentativa de localizar e prender os sequestradores, a vítima foi deixada no canavial com um celular e pediu socorro. Um mototaxista a levou até à margem da estrada do distrito de Mendes, situado em Monte Alegre.

Como o helicóptero já estava na área, Lima Junior informou que não se esperou pela chegada de uma ambulância e ela foi levada pela aeronave para São José do Mipibu, onde pousou ao lado do hospital local, a fim de que a vítima recebesse os primeiros socorros.

Tatiana de Souza Andrade foi removida para o pronto-socorro do Hospital Walfredo Gurgel, onde passou por exames preliminares, inclusive raio x, para localização do projétil, caso ele tivesse ficado alojado na panturrilha esquerda.

O caso deverá ser apurado pela 1ª Delegacia de Polícia. O comandante do 3º Batalhão da Polícia  Militar (BPM), sediado em Parnamirim, o coronel Jair Júnior estava à frente das diligências para prender os sequestrados, que seriam em número de dois. O coronel Jair Júnior informou que, a priori, não roubaram nada da mulher, que foi abordada na avenida Everaldo Breves, no centro de Parnarmirim.

Os sequestradores estavam num automóvel Palio. A informação da Polícia, era de que a vítima estava no interior de uma loja de equipamentos de refrigeração, pertencente a um parente dela. Os criminosos chegaram, trancaram os funcionários numa sala e levaram-na de dentro da loja, sem que as testemunhas tenham relatado a ocorrência de roubo de mercadorias da loja. Segundo o coronel não há como saber os motivos do sequestro, porque não levaram nada dela, ou se foi alguma coisa de ordem pessoal.

Governo libera R$ 106 mil para seguro

A assinatura de um contrato  emergencial permitiu, até que a Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) uma nova licitação para a contratação de um novo seguro do  helicóptero Potiguar I, levantasse voo ontem de manhã, depois de alguns dias parado no hangar do governo, que funciona anexo ao aeroporto Augusto Severo, em Parnamirim.

O comandante da aeronave, o agente de Policia Civil Hidelbrando Alves de Lima Júnior, informo que o helicóptero alçou voo por volta das 10 horas, a fim de atender um chamado  de ocorrência do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), para localizar uma mulher que sofreu um sequestro relâmpago em Parnamirim e foi abandonada num canavial entre os municípios de Monte Alegre e São José do Mipibu.

Já a contratação emergencial do seguro com a empresa Excelsior de Seguro, no valor de R$ 106.273,97, foi aprovada, com dispensa de licitação, na reunião de número 1.390 do Conselho de Desenvolvimento do Estado (CDE) realizada na terça-feira, dia 17, enquanto o extrato do contrato assinado no dia 19, foi publicado na edição de anteontem do “Diário Oficial do Estado” (D.O.E).

Na contração do seguro feita no ano passado para a aeronave de prefixo PR-YFF, modelo AS 350B2 fabricada pela Helibras, o valor foi de R$ 263.460,00.

Para haver a contratação emergencial do seguro, o helicóptero Potiguar I, que é usado em ações conjuntas da Sesed, Corpo de Bombeiros, Polícias Civil e Militar e pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) passou por uma revisão.

Além disso, a aeronave também vai dar apoio ao sistema público de saúde, depois que for equipado para operações de salvamento e ainda servir para o transporte de pacientes  que  serão submetidos a transplantes de órgãos e para o atendimento em situações críticas.

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte