Vontade própria

Publicação: 2018-10-12 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Ingrid Guimarães tem uma personalidade competitiva. E ela deixa isso bem claro ao longo da temporada de “Os Melhores Anos de Nossas Vidas”, gincana comandada por Lázaro Ramos. No programa, Ingrid defende a década de 1990. “Adorei o convite. Principalmente, por defender um período do qual me lembro muito bem. Eu era jovem nos anos 1990, estava começando a trabalhar com teatro e vivi intensamente os diversos movimentos musicais e políticos”, relembra.

Ingrid Guimarães
Ingrid Guimarães participa do novo programa da Globo, "Os Melhores Anos de Nossas Vidas"

Atriz, apresentadora e produtora, Ingrid teve de abrir uma brecha em sua apertada agenda para estar na produção. A presença de amigos comediantes como Marcos Veras e Lúcio Mauro Filho, defensores dos anos de 1960 e 1980, respectivamente, pesaram na decisão. “É um projeto muito especial. Quando vi a lista de envolvidos, adiei outros projetos e quis fazer. A entrega precisa ser grande. Afinal, a gente canta, dança, faz de tudo para provar qual década é a melhor”, conta. Paralelamente às gravações do programa, Ingrid finaliza a série documental “Viver do Riso”, para o canal Viva, e faz os últimos ajustes para encarar a jornada promocional de “De Pernas Pro Ar 3”, última parte da trilogia cinematográfica idealizada e protagonizada por ela. “Adoro ser chamada para fazer as coisas. Mas, geralmente, eu é que me produzo. Gosto dessa independência. Começou nos tempos de teatro e fui ganhando cada vez mais experiência”, gaba-se.

Amostra grátis
Visando promover a assinatura da plataforma Globoplay, a emissora exibe, na próxima segunda, dia 15, o primeiro episódio da série “Assédio”. Sem intervalo comercial, a produção irá ao ar logo após “Segundo Sol”, em um especial antes da “Tela Quente”. A temporada completa está disponível, com exclusividade, para os assinantes do Globoplay. A série conta com Antonio Caloni, Adriana Esteves e Mariana Lima no elenco. Com 10 episódios, “Assédio” é assinada por Maria Camargo e tem a direção de Amora Mautner.

Trabalho do chefe
A trama de “Gênesis”, próxima novela bíblica da Record, não é o único trabalho na agenda de Alexandre Avancini. O diretor irá se dedicar também ao período de pós-produção da sequência de “Nada a Perder”, filme que narra a trajetória do bispo Edir Macedo, proprietário da Record. O lançamento do longa está previsto para o segundo semestre do ano que vem.

Festa infantil
Aproveitando a comemoração do Dia das Crianças, o “Só Toca Top” deste sábado, dia 13, exibe um programa em homenagem aos pequenos. Pela primeira vez, a produção comandada por Luan Santana e Fernanda Souza apresenta um “ranking” com os tops mais ouvidos pelas crianças, filhos de artistas consagrados que estão despontando em suas carreiras musicais e um funkeiro mirim. Participam do programa o fenômeno Galinha Pintadinha, Zé Felipe e o cantor Buchecha. “Tenho certeza de que as crianças vão gostar muito e os pais também porque os ídolos dos seus filhos estão no programa. Trazer esses nomes mostra o quanto o ‘Só Toca Top’ é amplo e democrático”, vibra Fernanda. Vale lembrar que o “Só Toca Top” também vai ao ar nesta sexta, dia 12, no Multishow.

Foi bem
Para a Felipe Camargo, o Américo de “Espelho da Vida”, da Globo. Um dos melhores atores de sua geração, Felipe teve problemas ao longo da carreira, mas soube se reinventar. O personagem na atual novela das seis é uma prova das boas escolhas que Felipe vem fazendo.

Foi mal  
Para Cleo, a Betina de “O Tempo Não Para”, da Globo. Atriz de uma personagem só, Cleo novamente se repete na pele da antagonista da trama das sete.



continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários