Wilma leva benefícios para região de João Câmara e Macau

Publicação: 2009-10-09 17:49:00
A+ A-

A governadora Wilma de Faria inaugurou na manhã dessa sexta-feira (9), em João Câmara, três importantes obras de geração de emprego e renda na área da agricultura familiar: a Central de Comercialização e Processamento de Produtos da Agricultura Familiar, a Unidade de Beneficiamento de Castanha de Caju e um entreposto de mel, que irão beneficiar 15 municípios da região do Mato Grande e totalizam investimentos de mais de R$ 720 mil. O vice-governador Iberê Ferreira de Souza acompanhou a governadora na solenidade.

"Estamos oferecendo instrumentos e treinamento para o agricultor familiar crescer e desenvolver seu potencial", explicou a governadora, citando o apoio à infraestrutura que a sua administração vem realizando pelo homem do campo. O vice-governador e secretário de Recursos Hídricos, Iberê Ferreira de Souza, lembrou, na sua mensagem, que o governo está inaugurando equipamentos "que irão agregar valor à cadeia produtiva da castanha e do mel, melhorando a vida do agricultor".  

A Central de Comercialização e Processamento de Produtos dos Agricultores Familiares é um espaço projetado em local estratégico para venda e divulgação dos diversos produtos alimentícios, artesanais, da culinária regional, sucos tropicais, polpas de frutas, entre outros. O investimento é da ordem de R$ 164 mil.

Já a Unidade de Beneficiamento de Castanha de Caju em João Câmara visa atender a padronização de amêndoas, possibilitando a venda desses produtos no mercado com alto valor agregado. A unidade tem capacidade de beneficiar 200 toneladas de amêndoas de castanha de caju ao ano e recebeu investimentos de R$ 170 mil.

O Entreposto de Mel, que vai atender apicultores associados das cooperativas do território do Mato Grande, tem por objetivo padronizar o mel em volumes e a granel ou fragmentados em saches, potes e bisnagas para atender o mercado no atacado e no varejo. O entreposto recebeu investimento de R$ 387,3 mil. Na ocasião, foram entregues 1.000 colméias aos agricultores familiares da região.

O prefeito Ariosvaldo Targino ressaltou os benefícios que as obras inauguradas irão proporcionar aos agricultores familiares, melhorando não apenas a realidade econômica do município, mas de toda região. No caso, são beneficiados os produtores dos municípios de Parazinho, Bento Fernandes, Caiçara do Norte, Ceará-Mirim, Maxaranguape, Rio do Fogo, Pedra Grande, Poço Branco, Pureza, São Bento do Norte, São Miguel do Gostoso, Taipu e Touros, Jandaíra e João Câmara. Participaram da solenidade, além da Wilma de Faria e Iberê Ferreira, prefeitos da região, o deputado Wober Júnior, vereadores e lideranças políticas do Mato Grande.

Esporte

Ainda em João Câmara, a governadora Wilma de Faria entregou kits esportivos a 12 escolas de ensino médio que integram a 16ª Diretoria Regional de Educação (Dired), beneficiando cerca de 3.600 alunos. Em Macau, para onde se deslocou no meio da tarde, a governadora e o vice-governador Iberê Ferreira de Souza realizaram nova entrega de kits esportivos para escolas públicas da cidade, Alto do Rodrigues, Pendências e Porto do Mangue.

Os kits são compostos de redes de voleibol, futsal e futebol, tatames, meias, calções e camisas e bolas de voleibol, futsal, basquete, tênis de mesa e futebol. Os custos com estes kits foram da ordem de 47,3 mil e a sua doação visa oferecer mais oportunidade de acesso à prática de esporte aos alunos de ensino médio das escolas públicas. O programa é inédito no Rio Grande do Norte e totaliza um investimento de R$ 1,1 milhão. A meta é contemplar todas as 285 escolas da rede estadual de ensino do Rio Grande do Norte com a entrega do material esportivo.

IFRN

Em João Câmara e Macau, a governadora Wilma de Faria participou  da solenidade de inauguração do Instituto Federal de Educação Tecnológica do Rio Grande do Norte (IFRN), instituição de ensino profissionalizante que recebeu apoio da sua gestão para se expandir pelo Estado. Wilma de Faria lembrou que até o início do segundo mandato do presidente Lula e do dela o Rio Grande do Norte possuia apenas duas unidades do IFRN. "Hoje já são 12 e ainda falta construir mais três em Nova Cruz, Parnamirim e São Gonçalo do Amarante", disse.