Natal

Natal, 27 de Julho de 2014 | Atualizado às 20:32

Carnaval termina com 12 homicídios

Publicação: 10 de Março de 2011 às 00:00
Embora não tenha os números finais de ocorrências por conta do Carnaval ter continuado na Quarta-feira de Cinzas em algumas cidades do interior, o aparelho de segurança pública anuncia que o número de homicídios neste período foi de 12 no Rio Grande do Norte, sendo que apenas três foram na Região Metropolitana de Natal (RMN), dos quais dois ocorreram em Parnamirim e um em Natal.

Assim mesmo o secretário estadual de Defesa Social, Aldair da Rocha comemora “a efetividade do policiamento preventivo”, durante o Carnaval, que resultou na redução  em 8,3% do número de ocorrências em todo o Estado, que caiu de 1.116 denúncias em 2010 para 1.023 este ano.

Aldair da Rocha disse que o número mais preocupante foi com relação aos acidentes nas rodovias estaduais, no qual morreu uma pessoa na RN-160, que liga a BR-101 as praias do litoral norte. “O número de acidentes cresceu 15%”, disse ele, com base em dados do Comando de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE), mas ressaltando que isso se deve ao crescente número de veículos e às chuvas que tornam o trânsito mais perigoso.

O secretário também anunciou que está sendo criada uma Subsecretaria de Análise Criminal, a qual será ocupada pelo delegado Silva Júnior, que expôs que pelo menos dez policiais e pessoal ligado área social e de estatísticas deverão trabalhar com ele: “Vamos resgatar os dados do dia-a-dia e tratá-los através de um software”.

Segundo o secretário, foram apreendidas 33 armas de fogo, mas só três foram apreendidas em áreas de realização de Carnaval, em Upanema, Jucurutu e Lagoa Salgada.

Silva Júnior disse que este novo órgão vai permitir que “se dê ênfase à qualidade e à busca dos dados sobre as ocorrências criminais e interpretação deles”. Para ele, isso vai permitir, também, que os indicadores apontem ou não “se as estratégias de segurança estão surtindo efeito”.

O comandante da Polícia Militar, coronel Araújo Silva, informou que dos homicídios ocorridos entre o sábado e a Quarta-feira de Cinzas, apenas um estava relacionado ao Carnaval, o de Israel Silva Bezerra, que foi morto a facadas por Joabson Camilo da Silva, que foi preso em flagrante delito pela polícia.

Araújo Silva ainda informou que  em Pedra Grande houve dois homicídios, sendo que Francisco Carlos do Nascimento foi morto por Francisco Lopes, que, por sua vez, foi linchado pela própria população, mas o caso não teve nenhuma relação com o Carnaval.

O Corpo de Bombeiros também informou que no Carnaval houve seis salvamentos de pessoas que estavam se afogando e busca de três corpos de pessoas que morreram afogadas: Gilson Januário de Lima, em Pedro Velho; Antonio Erisson da Silva, em Paraú e o corpo de uma menina de 12 anos, encontrada na Lagoa do Comprimento, entre Jacumã e Muriú.

Prisão de quadrilha

 A Polícia também informou ontem os nomes dos membros da quadrilha presa na madrugada de segunda-feira, dia 7, e já divulgada na TRIBUNA ON LINE daquele dia, envolvidos em arrombamentos e explosão de caixa eletrônicos da rede bancária na Paraíba e no Rio Grande do  Norte.

Os presos são  Gilberlan Wandick de Oliveira, 31anos; Jacilene da Silva, 22; Anderson Alves Louredo, 20; Alex Andrade Lira, 31; Wallyson Francisco Elói de Mendonça, 22; Ilton Andrade, 18; Ribamar Francisco da Silva, 24; Douglas da Rocha Lima, 27; e Alcineide Gonçalves da Silva, 32.

Segundo a Polícia, a quadrilha é oriunda de Campina Grande e estava escondida numa rua por trás do Motel Rarus, na avenida João Medeiros Filho, antiga estrada da Redinha.

A Polícia ainda informou que a quadrilha é muito grande e as investigações continuam para prender o restante do grupo, que é acusado de envolvimento na morte de um soldado PM em Baia Formosa, num assalto a uma granja em Goianinha.

Além de dois carros e quatro motocicletas (duas delas de placas de Campina Grande (PB), uma com placa de Recife (PE) e outra de Carnaúba dos Dantas (RN), município da região do Seridó, a 207 quilômetros a sudoeste de Natal),  foram apreendidos dinheiro, cartões de créditos, celulares, duas armas de fogo

Balanço da Polícia Rodoviária Federal só será divulgado hoje

A Superintendência Regional da Polícia Rodoviária Federal só vai divulgar, hoje de manha, o balanço final das ocorrências de trânsito durante o Carnaval nas BRs que cortam o Rio Grande do Norte, vez que a “Operação Carnaval” só terminaria à meia-noite de ontem”, informou o inspetor Everaldo Morais.

Mesmo assim, os dados preliminares já apontam que o número de mortes nas estradas federais continuam aumentando: este ano foram oito mortos nas rodovias, enquanto no Carnaval de 2010 morreram seis pessoas e em 2009 quatro. 

Até ontem foram registrados 69 acidentes nas rodovias federais, 35 dos quais com vítimas. O boletim parcial da PRF ainda aponta que 40 pessoas foram detidas, 31 das quais por embriaguez ao volante e uma por tentativa de suborno a um policial rodoviário federal.

Segundo o boletim, a PRF aplicou 999 testes de bafômetro, com 74 autuações de motoristas, sendo que 31 foram presos. Os crimes de trânsito foram 35.

A PRF também fiscalizou 2.495 veículos, reteve 29, recuperou dois e recolheu 79 carteiras de motoristas (CNHs).

Segurança Pública - Secretaria de Segurança e Polícia Rodoviária Federal divulgam números

12 homicídios

3 na Grande Natal

3 em Mossoró

2 em Pedra Grande

1 em Santo Antonio

1 em Pau dos Ferros

1 em Baraúna

1 em Santa Cruz

33 armas apreendidas

17 armas no interior

16 na Grande Natal

Balanço Rodovias Federais

69 acidentes de trânsito

- 34 sem vítimas

- 35 com vítimas

53 feridos

8 mortos

79 habilitações recolhidas

743 notificações extraídas

29 veículos retidos

2 veículos recuperados

2.495 veículos fiscalizados

65 animais recolhidos

40 pessoas detidas

- 31 por embriaguez ao volante

- 03 por conduzir veículo sem habilitação

- 1 por tentativa de suborno de PRF

- 1 por envolvimento em acidente com vitima fatal

- 1 por receptação

- 1 por por roubo

- 1 por conduzir veículo adulterado

999 testes de bafômetro

74 autuações

31 presos (CTB 306)

35 crimes de trânsito

Fonte: Sesed/PM/Ciosp/PRF